Bolsas

Câmbio

Colômbia encerra contrato de projeto de navegação com Odebrecht

O governo colombiano encerrou definitivamente um contrato com o consórcio Navelena, liderado pela Odebrecht junto da colombiana Valorcon, que seria responsável pelas obras de recuperação de navegabilidade do Rio Magdalena. A Odebrecht tinha 87% do consórcio, sendo os outros 13% da Valorcon.

Segundo anúncio feito pela Odebrecht na época do fechamento do contrato, em agosto de 2014, a expectativa era que o projeto envolveria US$ 2,5 bilhões em investimentos.

O contrato já havia sido anulado no ano passado, mas a liquidação foi concluída ontem. Com isso, será possível que o empréstimo do Banco Agrario com o consórcio seja cancelado plenamente.

O projeto foi anulado depois que o consórcio não conseguiu apresentar garantias financeiras para desenvolvê-lo, em meio às acusações de corrupção contra a Odebrecht, no contexto da Operação Lava-Jato.

Segundo comunicado do governo da Colômbia, nas próximas semanas, o Ministério de Transportes vai dar início a uma nova licitação, abrindo espaço para novas empresas interessadas em participar do projeto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos