PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Saab perto de definir local para aeroestrutura de caças Gripen no país

17/10/2017 10h31

A Saab, empresa sueca de defesa e segurança contratada pelo governo brasileiro para fornecer 36 caças Gripen, em um negócio de US$ 4,7 bilhões, informou nesta terça-feira (17) que está em fase final para a seleção do imóvel em São Bernardo do Campo ? região metropolitana de São Paulo ? onde ficará a unidade industrial que fornecerá as aeroestruturas para os aviões encomendados pela Força Aérea Brasileira (FAB).




Segundo a Saab, o recrutamento de 55 profissionais que atuarão neste local também já começou. A fabricante Sueca informou ainda que contratou Marcelo Lima como diretor geral dessa unidade, que será chamada Saab Aeronáutica Montagens (SAM).


Marcelo Lima é engenheiro, com 23 anos de experiência em implantação e gestão de manufatura nos setores automobilístico, de energia e de linha branca.


A SAM será responsável por produzir aeroestruturas, como cone de cauda, freios aerodinâmicos, asas, fuselagem dianteira e fuselagem traseira para os caças Gripen da FAB.


As operações da fábrica começarão após a seleção da propriedade e preparação da infraestrutura do local.


O contrato da Saab com o governo federal brasileiro para o desenvolvimento e produção de 36 caças Gripen entrou em vigor em setembro de 2015. As entregas para a FAB serão realizadas entre 2019 e 2024.


O programa de transferência de tecnologia para o Brasil inclui quatro áreas, que vão fornecer à indústria aeroespacial brasileira tecnologia e conhecimento necessários para manter e desenvolver o Gripen no Brasil.


Hoje, cerca de 60 engenheiros brasileiros de empresas parceiras estão sendo treinados nas instalações da Saab, na Suécia, e mais de 100 profissionais já retornaram ao Brasil.


Até 2024, mais de 350 profissionais brasileiros, entre engenheiros, operadores, técnicos e pilotos das empresas parceiras da Saab e da FAB participarão de cursos e treinamentos na Suécia.

PUBLICIDADE