PUBLICIDADE
IPCA
+0,53 Jun.2021
Topo

SulAmérica tem alta de 2,1% no lucro do terceiro trimestre

30/10/2017 19h28

A empresa de seguros SulAmérica registrou um lucro líquido de R$ 151,4 milhões no terceiro trimestre de 2017, alta de 2,1% na comparação com o mesmo período do ano anterior.


As receitas operacionais dos três meses avançaram 7,6% na mesma base de comparação, passando para R$ 4,781 bilhões. A maior contribuição foi do ramo de saúde e odontológico, com receita de R$ 3,569 bilhões, alta de 13,1%, e do segmento de automóveis, com R$ 846,1 milhões, apesar de registrar queda de 13%.


A sinistralidade dos três meses encerrados em setembro caiu 0,6 ponto percentual, saindo de 76,9% no ano passado para 76,3% neste ano. Em saúde e odonto, a sinistralidade ficou basicamente estável, em 80,8%, e no segmento vida e acidentes pessoais recuou 6,1 ponto, para 27,1%.


A companhia afirma no relatório da administração que o bom desempenho operacional no trimestre, combinado com a adequada gestão das despesas administrativas, mais do que compensou a já esperada menor contribuição do resultado financeiro decorrente da redução da Selic.


"Mantivemos bons níveis de retenção e de vendas novas, com aplicação de reajustes necessários para a manutenção do equilíbrio econômico das apólices, o que levou ao crescimento de receitas em todas as carteiras de planos coletivos", diz o documento. A carteira de saúde e odonto cresceu 3,4% e ultrapassou três milhões em número de segurados.


A seguradora aponta ainda que o segmento de automóveis segue mostrando importante recuperação na sinistralidade, apesar de continuar observando elevação na frequência de roubo e furto de veículos em várias regiões do Brasil.


O índice combinado ? que mede a eficiência operacional da seguradora e, quanto menor, melhor ? saiu de 99,8% para 99,1% no terceiro trimestre deste ano.


O resultado financeiro caiu 15,8% e totalizou receita de R$ 200,9 milhões. A rentabilidade da carteira de ativos próprios (excluindo previdência) foi de 102,4% do CDI no trimestre.


O retorno sobre o patrimônio líquido médio (ROAE) foi de 13,1% nos últimos 12 meses, ante 13,7% no mesmo período do ano passado.


A SulAmérica Investimentos encerrou o terceiro trimestre com recorde de R$ 36,9 bilhões em ativos sob gestão, crescimento de 14,6% em relação ao final do mesmo período do ano anterior. O crescimento foi impulsionado, principalmente, pelo maior volume total de ativos de terceiros, que aumentou 20,3%, atingindo R$ 23,2 bilhões. Os ativos próprios da seguradora (R$ 7,5 bilhões) e de previdência privada (R$ 6,1 bilhões) também apresentaram alta, de 6,7% e 4,9%, respectivamente.