ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Dona do Viena decide investigar denúncia de ex-funcionária

13/11/2017 12h09

A International Meal Company Alimentação (IMC), dona das redes de alimentos Frango Assado, Viena e Brunella, contratou os escritórios de advocacia Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr. e Quiroga Advogados para uma investigação interna sobre alegações de ex-funcionária.


Segundo comunicado, recentemente, a auditoria independente da companhia, a Ernst & Young, recebeu um e-mail de uma ex-funcionária com alegações de possíveis irregularidades no provisionamento de reclamações trabalhistas. As irregularidades foram tema de reportagem da Rádio CBN nesta segunda-feira (13).


A IMC informa que a mesma ex-funcionária move reclamação trabalhista contra a companhia desde outubro de 2016.


Na investigação interna, a IMC informa que não foram identificadas "evidências que confirmem a veracidade das alegações".


Oferta


Hoje também começam a ser negociadas na B3 as novas ações da oferta subsequente de ações, precificada na semana passada, dia 10 de novembro, a R$ 8,00, com R$ 444,592 milhões movimentados. A oferta teve por objetivo dar saída à gestora de fundos de private equity Advent International. O Semolina Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia vendeu 21,990 milhões de ações, enquanto o Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia - Brasil Empreendimentos se desfez de outras 33,583 milhões de ações.


No terceiro trimestre de 2017, a IMC registrou lucro líquido de R$ 21,8 milhões no terceiro trimestre de 2017, uma alta de 83,2% em relação ao lucro líquido de R$ 11,9 milhões apurado no terceiro trimestre de 2016. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) subiu 32,7% na comparação anual, para R$ 52,5 milhões.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia