BC não pode permitir bolhas nem uso ilícito de criptomoedas, diz Ilan

O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, afirmou que a autoridade reguladora do sistema financeiro não vai permitir o uso de criptomoedas para fins ilícitos ou em processos que levem à criação de bolhas. No entanto, ele defendeu o uso da tecnologia por trás das moedas virtuais - como o blockchain, que dá suporte ao bitcoin.


"Há duas formas de ver [as criptomoedas]. Uma é a tecnologia embutida para gerar aquilo. A outra são as funções daquelas moedas, que na verdade não são moedas porque não têm garantias nem lastros", disse Ilan, ao ser questionado sobre o assunto em evento promovido pelo ICC e pelo Ibrac.


Segundo Ilan, as criptomoedas têm sido usadas com duas finalidades: para atividades ilícitas e para valorização. "Aí tem essas bolhas", afirmou, acrescentando que o BC não pode permitir nem ma coisa nem outra.


Ele lembrou que, na semana passada, BC e CVM fizeram um alerta sobre as criptomoedas. "Alertamos que comprar esse tipo de moeda visando valorização, não tem ninguém por trás, é a seu próprio risco."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos