Bolsas

Câmbio

Ações da Oi continuam em leilão após aprovação da recuperação judicial

As ações da Oi permanecem em leilão no começo das atividades da B3 nesta quarta-feira (20), após os credores aprovarem o plano de recuperação judicial da operadora de telecom.


Nesta madrugada, os credores da Oi reunidos em assembleia aprovaram o plano de recuperação judicial da companhia com alterações apresentadas durante a reunião.


Os credores trabalhistas (Classe I) e com garantia real (Classe II ? somente o BNDES), votaram unanimemente a favor. Entre os credores sem garantia real, 99,56% votaram a favor do plano, o que representou 72,17% do valor detido por esses credores. Na classe de microempresas, 99,8% dos credores aprovaram o plano.


Os credores ligados ao governo dominaram as discussões em boa parte da assembleia, com destaque para a decisão do Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de votar contra o plano.


Em comunicado, a Oi informa que a redução da dívida financeira de R$ 49,4 bilhões para R$ 23,9 bilhões, com a aprovação do plano, permitirá a redução da alavancagem financeira líquida da companhia, considerando o valor de face da dívida, para um patamar abaixo de três vezes o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda). Considerando o valor de mercado da dívida, a relação cai para menos de duas vezes.


A ação preferencial da companhia fechou cotada ontem (19) a R$ 3,36, alta de 3,70%. A ordinária estava em R$ 3,50, queda de 1,41%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos