PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Hypera não nega possível troca de comando na companhia

23/04/2018 10h22

A Hypera, novo nome da farmacêutica Hypermarcas, informou nesta segunda-feira em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que não houve mudanças em seu quadro administrativo, mas não negou as informações sobre uma possível troca de comando na companhia.

O posicionamento da companhia veio em resposta a reportagens do Valor e do jornal "O Estado de S.Paulo" sobre a potencial saída de Claudio Bergamo da presidência.

O ValorPRO, serviço de informações em tempo real do Valor, antecipou no domingo que a companhia deve anunciar a substituição de Bergamo por outro executivo, provavelmente da própria empresa.

"Não ocorreram alterações na composição da administração da companhia, sendo certo que a companhia manterá o mercado devidamente informado a respeito", diz o comunicado da Hypera.

Rumores sobre a possível saída de Bergamo começaram a circular há pouco mais de uma semana, dias depois de a Polícia Federal ter deflagrado a Operação Tira-Teima, um desdobramento da Lava-Jato.

Na operação, além do escritório da farmacêutica em São Paulo, houve busca e apreensão nas residências do fundador e principal acionista da companhia, João Alves de Queiroz Filho, e do próprio presidente da Hypera.