Bolsas

Câmbio

Em recuperação pontual, Ibovespa sobe perto de 3% com ajuda de bancos

(Atualizada às 15h55)O Ibovespa ameaça a recuperação do nível dos 72 mil pontos nesta tarde com a alta das ações do setor bancário e com a Petrobras ampliando ganhos. Às 15h40, o índice operava em alta de 2,99%, aos 71.904 pontos, depois de subir à máxima nos 72.010 pontos (+3,14%).

O desempenho positivo, porém, é visto como um ajuste de curtíssimo prazo depois que a bolsa ficou "sobrevendida" nos últimos dias. Analistas e operadores não veem a tendência de compra hoje como algo consistente e, em dólares, a recuperação de hoje é bastante marginal: o Ibovespa volta aos níveis de segunda-feira.

Em um contexto de preocupações grandes do mercado com a escalada das tensões comerciais entre Estados Unidos e China, exportadoras e companhias de commodities são mais penalizadas hoje. Assim, ações que apanharam muito nos últimos dias e sofreram com a onda de vendas dos fundos acabam contando com parte da reentrada de fluxo, caso das instituições financeiras.

"Mas não é uma dinâmica de zerar posição em exportadoras e companhias de commodities para migrar para os bancos, é um ajuste para reequilibrar as carteiras. A bolsa está sobrevendida, e os bancos foram quem mais concentraram essa dinâmica", diz Rafael Gonzalez, sócio da Platinum Investimentos.

Entre os bancos, sobem com força Bradesco ON (+5,33%) e Bradesco PN (+6,42%), as mais prejudicadas pelas vendas em bolsa recentemente. Itaú Unibanco, na mesma tendência, avança 5,87% e Itaúsa ganha 5,92%. Como está mais descontado na comparação com os pares por ser estatal, o Banco do Brasil lidera os ganhos hoje (+7,34%).

No caso específico de Petrobras, que acentua ganhos nesta tarde, persistem as apostas dos investidores em torno da votação do projeto de lei sobre a cessão onerosa do pré-sal, que permitirá à estatal vender a outras companhias o direito de explorar 5 bilhões de barris de petróleo. Petrobras ON sobe 5,40% e a PN, 7,52%.

"Em Nova York, o ADR [recibo de ação] da Petrobras estava em região de suporte durante a manhã, o que torna o ativo bastante convidativo. Provavelmente, quem chegou hoje ao mercado com uma visão mais pessimista e estava 'short' [vendido] no papel vai ter que se desfazer dessa posição, o que faz a alta se intensificar", explica o sócio da Platinum.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos