PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

BB descarta vender fatia no Patagônia e analisa 'novo IPO'

20/06/2018 13h40

Depois de ampliar sua participação no banco argentino Patagônia, o Banco do Brasil (BB) não descarta a possibilidade de um 'novo IPO', disse Paulo Caffarelli, presidente da instituição brasileira, em conversa com jornalistas depois de participar de evento com a EDP Energias do Brasil.

Segundo ele, porém, o Patagônia não está à venda. "Analisaremos oportunidades com relação a um IPO, mas não sabemos qual janela teremos para isso. Reforço que o banco não está à venda", afirmou o executivo.

Questionado sobre a possível venda da participação na Neoenergia, na qual o BB é sócio da Previ e da espanhola Iberdrola, Caffarelli disse que a empresa de energia não faz parte do "core businness" do banco ? o que pode fazer com que seja vendida.Não há, porém, planos para isso no momento.

Greve

O crescimento do crédito a pessoa jurídica foi "estagnado" como resultado da greve dos caminhoneiros, mas a expectativa é de que haja uma retomada na medida em que os efeitos passem, disse Caffarelli.

Segundo ele, o crédito a pessoa física não sofreu efeitos da greve. "No crédito a pessoa jurídica tivemos impacto, mas tenho a impressão que voltaremos para o patamar de crescimento anterior", disse Caffarelli, lembrando que, mesmo com a crise, ainda há crescimento no crédito em relação ao ano passado.

Por enquanto, o BB mantém a previsão de crescimento da carteira de crédito ampliada orgânica, de 1% a 4% neste ano, disse o executivo. Segundo ele, a desaceleração da economia não mudou os planos.

"Uma previsão de crescimento de 1,7% do PIB não é 3%, mas não deixa de ser crescimento", disse ele.