Bolsas

Câmbio

Mulheres fazem o dobro do trabalho de casa do que os homens, diz IBGE

Do UOL, em São Paulo

  • Thinkstock

Apesar de avanços no mercado de trabalho brasileiro na última década, com a diminuição da desigualdade salarial entre homens e mulheres, um aspecto continua praticamente o mesmo há 11 anos: as mulheres dedicam o dobro do tempo dos homens com tarefas de casa, como cozinhar ou lavar louça.

Isso é o que mostra a Síntese de Indicadores Sociais com dados de 2015, divulgada nesta sexta-feira (2) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No ano passado, as brasileiras gastavam, em média, 20,5 horas por semana com afazeres domésticos, enquanto, os homens, 10 horas. Essa diferença, de acordo com o IBGE, mudou pouco desde 2004, primeiro ano da série atual de dados.

Em 2004, eles dedicavam as mesmas 10 horas, em média, enquanto elas gastavam 22,3 horas por semana nas tarefas de casa.

A jornada do trabalho principal dos homens, por outro lado, é maior. Em 2015, eles trabalhavam 40,8 horas por semana, contra 34,9 horas delas.

Mesmo assim, isso quer dizer que, no total (somando o emprego com os afazeres domésticos), as mulheres trabalharam quase cinco horas a mais do que os homens por semana, em média, no ano passado.

"Essa articulação entre os dois tipos de trabalho remunerado e não remunerado tem impactado o bem-estar social das mulheres", afirma o IBGE no estudo.

Receba o Giro UOL por e-mail

Em duas edições diárias, um resumo das notícias mais importantes para começar e terminar o seu dia. É só deixar seu e-mail e pronto!

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos