ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Carpa ornamental custa até R$ 10 mil; mercado movimenta R$ 700 milhões/ano

André Cabette Fábio

Do UOL, em São Paulo

24/02/2014 06h00

Carpas de luxo, mantidas em aquários e lagos artificiais, podem custar até R$ 10 mil, quando apresentam cores vivas e manchas bem definidas. Elas estão entre as principais espécies do mercado de peixes ornamentais, que movimenta R$ 700 milhões por ano no Brasil.

Aristides Figueiredo Júnior produz carpas em dois hectares na fazenda Brejo Grande, em Araraquara (SP). Ele afirma vender cerca de 2.400 desses peixes especiais, faturando apenas nesse nicho de R$ 100 mil a R$ 120 mil mensais, valor que varia em função da venda de exemplares mais caros.

"Neste mês, um cliente gastou R$ 35 mil com mais ou menos 20 peixes", afirma. Ele também vende carpas comuns (cinzentas ou de cores pálidas), que custam R$ 4,50, e filhotes. As mais coloridas são chamadas no mercado de "nishikigois", e vendidas a partir de R$ 13.

Uma carpa "nishikigoi" inteiramente laranja de 20 cm vale R$ 56, por exemplo, enquanto uma de 24 cm chega a R$ 102, diz Figueiredo. Só atingem a casa dos milhares de reais exemplares muito raros, com mais de 40 cm e com cores intensas e desenhos definidos.

A tradição de selecionar as carpas mais bonitas e classificá-las de acordo com as cores tem origem no Japão, mas a espécie usada vem da China.

De cada 20 mil carpas, apenas cinco custam mais que R$ 5.000

A dificuldade de obtenção desses peixes explica o valor que alcançam. Figueiredo afirma que, de 20 mil filhotes nascidos da desova de uma carpa, cerca de 19 mil são revendidos por R$ 0,30 a R$ 0,40 depois de dois meses de vida, por não apresentarem nesse período características típicas das "nishikigois".

Das mil carpas restantes, apenas cerca de cinco atingem mais do que 40 cm, e têm cores vivas e definidas o bastante para custar mais do que R$ 5.000, diz Figueiredo. Ele afirma que não produz mais de 40 carpas dessa qualidade por ano.

Apesar dos preços altos a que algumas chegam, a maioria das carpas que produz custa de R$ 40 a R$ 80. Cerca de 40% das vendas vão para lojas. As demais, o criador vende diretamente a clientes através de sua outra empresa, que constrói lagos artificiais.

Ele afirma que as vendas cresceram de 20% a 25% ao ano desde 2011, acompanhando o aumento no número de lagos construídos.

Carpas só vendem menos que peixinhos dourados, diz especialista

A Uenf (Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro) realiza periodicamente pesquisas sobre o mercado nacional de peixes ornamentais. A mais recente, de 2012, estima a movimentação em R$ 700 milhões ao ano.

Embora não tenha os volumes precisos, o pesquisador da Uenf Manuel Vazquez afirma que, entre as espécies usadas para ornamentação, a carpa perde em vendas apenas para o "kinguio" (Carassius auratus), o clássico peixinho dourado e suas variações.

Para Naoki Tanabe, membro da ABN (Associação Brasileira de Nishikigoi), que reúne 32 criadores e tem sede em São Paulo, muitos comerciantes vendem carpas comuns como sendo "nishikigois". Por isso, recomenda aos interessados buscarem informações para evitar enganos.

"Vejo muitos criadores que vendem carpas normais por preços altos", diz Tanabe. Como há poucos livros sobre o assunto circulando no mercado brasileiro, ele afirma que uma alternativa para se informar são as revistas japonesas importadas pela ABN, que também têm artigos em inglês.

Criador comercial, Tanabe possui um tanque de 500 m² em Suzano (SP), onde mantém de 3.000 a 4.000 peixes disponíveis para a venda. Ele afirma que os iniciantes na atividade devem dar preferência a manter uma criação pequena, mas com exemplares de qualidade, obtidos de fornecedores reconhecidos.

O presidente da ABN, Lonney Sadahuru Onishi afirma que, no Japão, na China e na Europa, as "nishikigois" chegam a custar US$ 300 mil (R$ 706 mil). "Lá, são chamadas de joias vivas, ou joias que nadam", diz.

Segundo ele, o nome "nishikigoi" vem da junção das palavras japonesas "nishiki", que significa cores, com "koi", que quer dizer carpa.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia