PUBLICIDADE
IPCA
0,73 Dez.2021
Topo

Cotações

China salta por dados comerciais e impulsiona Bolsas da região

Do UOL, em São Paulo

10/07/2013 08h00

As ações chinesas subiram com força nesta quarta-feira (10), com traders citando rumores de que o banco central da China pode afrouxar a política para impulsionar o crescimento depois que as exportações do país caíram pela primeira vez em 17 meses.

As exportações da China recuaram 3,1% em junho ante o ano anterior, enquanto as importações caíram 0,7%, ficando bem aquém das expectativas do mercado e reforçando sinais de uma desaceleração econômica no segundo trimestre. Pequim também alertou para um cenário "ruim" para o comércio.

"As exportações surpreendentemente fracas de junho mostram que a economia da China está enfrentando crescente pressão da demanda externa ruim. As exportações enfrentam desafios no segundo semestre deste ano", disse Li Huiyong, economista do Shenyin & Wanguo Securities.

O índice chinês CSI300 avançou 2,84%, entretanto, devido aos rumores de afrouxamento.

O índice tem sido abatido recentemente conforme Pequim tentou manter sob controle os empréstimos de risco. Em um momento, ele chegou a cair 24% da máxima de quase três meses em 29 de maio, e agora acumula queda neste ano de 13%.

O índice Nikkei, do Japão, teve queda de 0,39%. Hong Kong e Xangai subiram 1,07% e 2,17%, respectivamente. Seul caiu 0,34%. Taiwan, Cingapura e Sydney tiveram altas de 0,51%, 0,30% e 0,40%.

(Com Reuters)

PUBLICIDADE

Cotações