Dólar cai pelo 2º dia, a R$ 3,399, à espera de decisão sobre Reino Unido

Do UOL, em São Paulo

dólar comercial emendou a segunda queda seguida e fechou esta segunda-feira (20) com baixa de 0,61%, a R$ 3,399 na venda. Na sexta-feira (17), a moeda norte-americana havia caído 1,43%.

Com isso, o dólar acumula desvalorização de 5,89% no mês e de 13,90% no ano.

A libra esterlina foi no sentido oposto e fechou em alta de 1,71%, a R$ 4,994 na venda. As duas moedas foram influenciadas por apostas maiores de que o Reino Unido vai permanecer na União Europeia.

Referendo no Reino Unido

Investidores estavam mais otimistas nesta sessão com o aumento do apoio à permanência do Reino Unido na União EuropeiaTrês pesquisas de opinião divulgadas no sábado mostraram liderança da opção "ficar", tendência oposta à vista no início da semana passada.

Os britânicos irão votar na quinta-feira (23) em um referendo que irá não somente moldar o papel do país no comércio mundial e em outras questões, mas também determinar o futuro da UE, que tem tido dificuldade para mostrar unidade em temas como imigração e crises financeiras.

"Houve uma virada positiva no sentimento sobre o referendo nos últimos dias e as últimas pesquisas parecem confirmar essa melhora", disse à agência de notícias Reuters o operador da corretora B&T Marcos Trabbold.

A campanha a favor da saída do Reino Unido no bloco perdeu força após o assassinato da parlamentar Jo Cox na semana passada. Ela defendia a permanência na União Europeia.

Operadores temem que uma eventual saída possa afetar a economia global e reduzir a disposição dos investidores de assumirem riscos, prejudicando mercados emergentes, entre eles o Brasil.

Crise política

No Brasil, investidores continuavam atentos aos cenários político e econômico incertos.

No âmbito político, delações premiadas citando figuras importantes do governo Michel Temer, incluindo o próprio presidente interino, têm gerado apreensão sobre a credibilidade do país. 

Em relação à economia, investidores estavam preocupados com a decretação de calamidade pública pelo Estado do Rio de Janeiro

Além disso, segundo o jornal "Folha de S. Paulo", a o governo deve enviar ao Congresso proposta de Orçamento com rombo acima de R$ 100 bilhões em 2017. O resultado, no entanto, deve ser menor do que o rombo de R$ 170,5 bilhões previstos para este ano.

Receba notícias do UOL Economia pelo WhatsApp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? Primeiro, adicione este número à agenda do seu telefone: +55 (11) 97258-8073 (não esqueça do "+55"). Depois, envie uma mensagem para este número por WhatsApp, escrevendo só: grana10

(Com Reuters)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos