PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Cotações

Após quedas, dólar fecha em alta, vendido a R$ 5,57; Bolsa sobe 1,05%

Depois de começar a semana forte, Wall Street mostrava fraqueza com a notícia de interrupção dos testes da vacina para o covid-19 desenvolvida pela Johnson & Johnson - Getty Images/iStockphoto
Depois de começar a semana forte, Wall Street mostrava fraqueza com a notícia de interrupção dos testes da vacina para o covid-19 desenvolvida pela Johnson & Johnson Imagem: Getty Images/iStockphoto

Do UOL, em São Paulo

13/10/2020 17h19

Depois de dois pregões em queda, o dólar comercial operou em alta de 0,98% e fechou o dia em R$ 5,57, influenciado por um cenário de cautela no exterior.

Já o Ibovespa fechou o dia em alta de 1,05%, acima dos 98 mil pontos pela primeira vez desde meados de setembro, com papéis do Magazine Luiza entre as maiores contribuições positivas.

O volume financeiro da sessão somou R$ 26 bilhões, contra média diária em 2020 de cerca de 29 bilhões de reais. Segundo o diretor de investimentos da Kilima Gestão de Recursos, Eduardo Levy, o estrangeiro tem ficado de fora da Bolsa e que é preciso acompanhar se o movimento na sessão foi uma demanda pontual ou uma tendência.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para quem vai viajar e precisa comprar moeda em corretoras de câmbio, o valor é bem mais alto.

Pandemia do novo coronavírus

O dólar se fortaleceu hoje com investidores locais retornando de um feriado e repercutindo a força global da moeda norte-americana, em meio a receios sobre os rumos da pandemia no mundo e seus impactos sobre a economia global.

Depois de uma segunda-feira (12) forte, Wall Street mostrava fraqueza com a notícia de interrupção dos testes da vacina para o covid-19 que está sendo desenvolvida pela Johnson & Johnson. A Eli Lilly também comunicou que seu ensaio clínico para um tratamento com anticorpos à covid-19 foi interrompido.

Estímulo fiscal nos EUA

Além disso, a notícia de que um acordo para liberação de estímulos fiscais deve ser alcançado só depois das eleições americanas impactaram o mercado financeiro.

"Eu não diria que os mercados estavam cobrando totalmente o estímulo ou cobrando o preço de uma vacina até o fim do ano, mas eles provavelmente estavam inclinados para o lado mais positivo dessas expectativas", disse Erik Nelson, estrategista de câmbio da Wells Fargo em Nova York.

Hoje, eventos da Apple e da Amazon impulsionaram os papéis de tecnologia. "As expectativas são altas, e os participantes do mercado estão claramente apostando na continuidade da recuperação no setor de tecnologia a partir daqui, dando um impulso ao mercado de forma geral", afirmou Milan Cutkovic, analista na Axi.

(Com Reuters)

Cotações