Bolsas

Câmbio

Clubes de snacks vendem assinatura de lanche natural sem glúten e lactose

Michelle Aisenberg

Colaboração para o UOL, em São Paulo

Na hora do lanche, bate uma fome, você quer se alimentar de forma saudável, mas não sabe o que comer? É nessa dúvida que algumas empresas, como a Best Berry e a Made in Natural, apostam para lucrar.

Concorrentes no mercado de snacks, as empresas são clubes de assinaturas que vendem pacotes de lanches individuais feitos de alimentos apresentados como mais saudáveis. O assinante recebe em casa, todo mês, depois de selecionar suas opções favoritas.

A Best Berry, criada em setembro de 2014, não informou investimento inicial, faturamento e lucro. A Made in Natural começou suas atividades em agosto do mesmo ano, com investimento inicial de R$ 80 mil. O faturamento mensal é de R$ 50 mil, e o lucro não foi divulgado.

Em 11 meses, faturamento mensal chegou a R$ 30 mil

Fundada pelo economista Fabio Aubin, 30, e pelo publicitário Caio Antun, 29, a Made in Natural oferece três opções de assinatura, com 5, 10 e 15 pacotes por mês, e preços que variam de R$ 59,90 a R$ 159,70. Os lanches incluem frutas desidratadas, mix de oleaginosas e barrinhas.

Para atrair mais assinantes, os sócios iniciaram 2015 com uma forte estratégia de marketing, que incluiu participação em eventos e parcerias. Segundo Antun, a iniciativa trouxe resultados e, em novembro, o faturamento mensal chegou a R$ 30 mil.  

Captação de recursos profissionalizou a empresa

Para continuar crescendo, a dupla captou novos recursos e recebeu, em janeiro deste ano, R$ 170 mil em investimentos. Com fôlego financeiro, a Made in Natural passou por uma profissionalização e agora tem um espaço próprio, em São Paulo, e equipe de seis pessoas.

Com melhor estrutura e logística, o negócio teve crescimento de 67%, chegando a uma base de 500 assinantes e faturamento mensal de R$ 50 mil. O plano, segundo Antun, é dobrar esses números até dezembro deste ano.

Novo mix de produtos, para aproveitar tendência do mercado

O empresário Alberto Sasaki, 35, já atuava no mercado de alimentação saudável, vendendo barras de proteínas. Ao perceber o potencial dos clubes dos snacks, resolveu ampliar seu mix de produtos e reestruturar o negócio.

Ao lado do sócio Roberto Lifschitz, 38, ele gerencia a Best Berry e oferece lanches como castanha de caju com mel, crispies crocantes de aveia e chips de batata doce em planos de 10 e 18 snacks (de R$ 69,90 a R$ 99,90).

Novo investimento trouxe crescimento de 500%

Logo após abrir a empresa, Sasaki se dedicou a levantar fornecedores, testar novos produtos e criar um modelo sustentável e atraente para novos investidores. Ele afirma que vendia, em média, 800 kits por mês.

Em outubro de 2015, recebeu aporte de R$ 700 mil, causando uma transformação na estrutura da empresa. "Nos mudamos para um espaço de 400 metros quadrados em São Paulo, nosso time cresceu de cinco para 20 funcionários e aumentamos o portfólio de produtos", afirma.

Segundo Sasaki, em três meses, a empresa passou a vender 4.800 kits, o que significou um aumento de 500%. A crescente demanda já leva a Best Berry a pensar em investir em novos pontos de venda, como mercados e lojas especializadas no Rio de Janeiro em São Paulo.

Concorrência acirrada

A analista de negócios do Sebrae Michelle Melo afirma que empresas como a Best Berry e a Made in Natural têm grande potencial de crescimento. "A busca por alimentos mais saudáveis é uma tendência de mercado que veio para ficar no Brasil", afirma.

Segundo Melo, o maior cuidado desse tipo de negócio é com o planejamento e o relacionamento com os clientes, já que, apesar de ainda estar em formação, o mercado de clubes de snacks tem uma concorrência muito grande.

Onde encontrar

Made in Natural - http://www.madeinnatural.com.br

Best Berry - http://bestberry.com.br/

Tapioca colorida recheada com queijo, tomate e pesto

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos