Rio fechou 56 mil vagas com carteira só neste ano; Nordeste perdeu 107 mil

Ricardo Marchesan

Do UOL, em São Paulo

O Rio de Janeiro é o Estado que mais fechou vagas com carteira assinada neste ano. De janeiro a abril, foram 55.868 empregos a menos. Considerando as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste, o Rio é o único Estado que cortou postos de trabalho em 2017. 

Os Estados que perderam vagas em 2017:

  • Rio de Janeiro: -55.868
  • Pernambuco: -34.543
  • Alagoas: -32.489
  • Ceará: -12.170
  • Paraíba: -9.873
  • Pará: -9.106
  • Maranhão: -7.243
  • Sergipe: -6.576
  • Rio Grande do Norte: -5.502
  • Amazonas: -4.879
  • Rondônia: -1.942
  • Acre: -878
  • Piauí: -756
  • Amapá: -19

O Rio passa por uma grave crise econômica, que fez o Estado decretar calamidade pública financeira em junho do ano passado. Nesta terça-feira, os deputados da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) votam pela ampliação do estado de calamidade pública.

Nordeste corta 107 mil empregos em 2017

Mesmo com o resultado negativo do Estado do Rio de Janeiro, o Sudeste teve um saldo positivo de 9.591 novas vagas com carteira em 2017. As regiões Sul e Centro-Oeste também viram vagas sendo abertas neste ano.

Na contramão, o Nordeste fechou 106.997 postos de trabalho com carteira neste ano, bem mais do que o Norte, que também perdeu postos de trabalho. 

Na região Norte, os Estados de Roraima (675) e Tocantins (679) tiveram resultado positivo na geração de empregos. No Nordeste, só a Bahia (2.155) teve novas vagas criadas neste ano.

Saldo de empregos em 2017, por região:

  • Sul: +69.207
  • Centro-Oeste: +42.736
  • Sudeste: +9.591
  • Norte: -15.470
  • Nordeste: -106.997

Capital fluminense é cidade com pior resultado

O saldo negativo do Rio no ano é puxado pela capital fluminense, a cidade que mais fechou vagas com carteira até abril. Foram 31.813 postos de trabalho a menos, mais de quatro vezes o saldo negativo de Fortaleza (CE), a segunda cidade que mais fechou vagas. 

Entre as 10 cidades que mais perderam vagas no período, sete são capitais.

Cidades que mais cortaram vagas:

  • Rio de Janeiro (RJ): -31.813
  • Fortaleza (CE): -7.804
  • Duque de Caxias (RJ): -5.709
  • Salvador (BA): -5.253
  • São Paulo (SP): -4.956
  • Recife (PE): -4.702
  • Manaus (AM): -4.446
  • Rio Largo (AL): -4.400
  • Maceió (AL): -4.050
  • Rio Formoso (PE): -3.914

Brasil fecha 933 vagas de janeiro a abril

Esses dados fazem parte do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e foram divulgados nesta terça-feira (16) pelo Ministério do Trabalho. 

O número de empregos abertos é o saldo, ou seja, o total de contratações menos o de demissões no período. No Rio de Janeiro, por exemplo, foram 366.492 contratações e 422.360 demissões em 2017, resultando no corte de 55,9 mil vagas no período.

No mesmo período do ano, o Brasil registrou o fechamento de 933 vagas de trabalho, resultado considerado praticamente estável pelo Ministério do Trabalho.

O que você vai fazer com a sua aposentadoria agora?

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos