Bolsas

Câmbio

Intercâmbio

Intercâmbio fora para quem tem mais de 30 atrai desempregados; veja opções

Thâmara Kaoru

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

O analista financeiro João Paulo Reis Vieira Santos, 35, trabalhou em um banco por seis anos, mas perdeu o emprego em julho de 2016. Desempregado, ele aproveitou o tempo e o dinheiro que recebeu da rescisão para fazer um curso de inglês voltado para negócios em Boston, nos Estados Unidos.

Arquivo pessoal
João Paulo Santos, 35, decidiu fazer um curso de inglês em Boston, nos EUA
"Eu nunca havia tido uma experiência no exterior, mas achei que era importante. Antes de retornar ao mercado de trabalho, queria passar por uma experiência fora do país. Optei por estudar em Boston, nos Estados Unidos. Estava buscando um curso que tivesse como perfil pessoas mais velhas."

O caso de Santos não é o único. Segundo Rui Pimenta, diretor nacional de vendas da STB, alguns jovens que perderam o emprego com a crise econômica no país aproveitaram o período para estudar fora usando o dinheiro que receberam da empresa.

"Vimos que eles decidiram investir em viajar, fazer um programa de um ano fora do país para alavancar a carreira. São pessoas que são fluentes, mas querem um pouco mais de aprimoramento." São cursos de inglês ou de aperfeiçoamento profissional.

Santos voltou para o Brasil no final de agosto deste ano, mas gostou tanto da experiência que decidiu retornar aos Estados Unidos para continuar os estudos.

De acordo com Santuza Bicalho, diretora de produtos da Experimento Intercâmbio Cultural, quem também procura esses cursos são profissionais que já têm formação acadêmica, mas querem melhorar o currículo com uma experiência no exterior. "Esses jovens usam um período de férias para combinar uma viagem para fora do país com um complemento curricular".

A vantagem de optar por esses programas específicos para quem é mais velho, segundo Pimenta, é que além de conviver com pessoas da mesma faixa etária, é possível ampliar os contatos profissionais.

Estudar fora exige planejamento

Passar um tempo fora exige planejamento. "Se está pensando em ir em 2018, já deve começar a se planejar, verificar com a empresa quando poderá ir, escolher o destino e também o tipo de acomodação em que quer ficar", diz Pimenta.

Ele recomenda também que quem está planejando viajar comece a estudar o idioma. "Quanto mais souber falar agora, melhor será a fluência e poderá voltar com um nível mais avançado."

Santuza Bicalho orienta quem vai ficar um período mais curto, de um mês, a evitar tirar férias na alta temporada como nos meses de janeiro e julho.

Confira opções de cursos no exterior para quem tem mais de 30 anos. Nenhum inclui passagem aérea:

CI Intercâmbio

  • Inglês em Londres

Na London School of English, em Londres (Reino Unido), é possível fazer um curso de duas semanas com 22 aulas semanais. O curso sai por 1.750 libras esterlinas (cerca de R$ 7.600) para morar em casa de família em quarto individual e com café da manhã. É preciso ter ao menos nível intermediário de inglês. Começa às segundas-feiras.

  • Inglês em Nova York

A empresa oferece curso de duas semanas de inglês na escola EC em Nova York, nos Estados Unidos, com 30 aulas por semana. O curso sai por US$ 1.397 (cerca de R$ 4.600) e inclui quarto duplo em casa de família e café da manhã. Começa às segundas-feiras.

  • Especialização em negócios

Na UC San Diego, na Califórnia, um curso voltado para negócios de 12 semanas custa US$ 8.710 (cerca de R$ 28,5 mil). As aulas são em inglês, mas o curso é sobre negócios (com temas como negociação, planejamento e empreendedorismo). É exigido inglês avançado, e o aluno é quem monta a grade escolar. Os próximos cursos começarão em 11 de janeiro, 5 de abril, 28 de junho e 27 de setembro em 2018.

Experimento Intercâmbio Cultural

  • Marketing

A Experimento oferece um curso de cinco semanas de inglês para profissionais da área de marketing na Stafford House, em Chicago, nos Estados Unidos. São 25 aulas por semana. O curso custa a partir de R$ 11.257,92 com acomodação individual em casa de família e meia pensão (café da manhã e jantar). Os cursos começarão em 29 de janeiro, 30 de abril, 30 de julho e 29 de outubro de 2018.

  • Direito

Na BPP University, em Londres, na Inglaterra, é possível fazer um curso de duas semanas de inglês voltado para a área de direito. São 20 aulas semanais. O próximo curso começará em 8 de janeiro de 2018 e custa a partir R$ 4.587, sem acomodação.

  • Administração

Na escola Kings, em Brighton (Reino Unido), há um curso de quatro semanas de inglês para profissionais da área de administração com ênfase em negócios e mídias digitais. São 28 aulas por semana e acomodação em uma residência estudantil em quarto individual, banheiro privativo e café da manhã. De manhã, são aulas gerais de inglês. À tarde, aulas de inglês são focadas em administração, com simulações de apresentações, reuniões e estudos de caso. O curso sai a partir de R$ 10.698,95. As aulas começarão em 29 de janeiro, 26 de fevereiro e 26 de março de 2018.

  • Profissionais de turismo

Na escola LaSalle College, em Montreal (Canadá), o curso é ministrado em inglês, mas não é de idiomas, e sim de aperfeiçoamento na área de turismo. Dura 32 semanas e apresenta análise de produtos e serviços, destinos internacionais e desenvolvimento de roteiros. O curso sai a partir de R$ 36.476,55 com acomodação individual em casa de família e meia pensão (café da manhã e janta). O próximo curso começará em agosto de 2018.

  • Inglês com foco em negócios para executivos

Na escola EC, em Toronto, no Canadá, é possível fazer um curso de inglês com foco em negócios de duas semanas com 30 aulas semanais (20 aulas gerais e dez aulas com inglês para negócios). As aulas começam às segundas-feiras. O curso custa a partir de R$ 6.141,58 e inclui duas semanas de acomodação em residência estudantil em quarto individual.

STB (Student Travel Bureau)

  • Idiomas

Inglês na escola EC English em Toronto (Canadá), para quem tem mais de 30 anos. A duração é de duas semanas com quatro aulas de 45 minutos por dia, totalizando 20 aulas por semana. As aulas começam às segundas-feiras. O curso custa a partir de 1.955 dólares canadenses (cerca de R$ 5.000), com acomodação em residência estudantil e café da manhã. Também é preciso pagar uma taxa para a STB de R$ 387. O curso vai desde o nível básico até o avançado.

  • Foco em negócios

Inglês com foco em negócios na International House London, em Londres (Reino Unido). As aulas começam às segundas-feiras e duram duas semanas, com 30 aulas semanais. O valor do curso é a partir de de 2.785 libras esterlinas (cerca de R$ 12,2 mil), com acomodação individual em residência estudantil e sem refeições. É preciso ter nível de inglês intermediário. Também é preciso pagar uma taxa para a STB de R$ 387.

  • Extensão Universitária

Quem trabalha nas áreas de marketing e administração pode optar por uma extensão universitária em Irvine, Califórnia (EUA). O curso é de 12 semanas e custa US$ 8.075 (cerca de R$ 26,5 mil) sem acomodação. Ainda é preciso pagar uma taxa para STB de R$ 387. É necessário ter inglês avançado. O próximo curso começará em 8 de janeiro de 2018.

*Os preços foram informados pelas empresas e podem variar
 

Veja caminho que sua mala faz no aeroporto depois de despachada

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos