Bolsas

Câmbio

Teve cheques, cartões ou documentos roubados? Saiba o que fazer

Sophia Camargo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

  • iStock

Teve documentos, cartões ou cheques roubados ou extraviados? Antes mesmo de pensar em tirar uma segunda via, é importante tomar providências urgentes para que esses documentos não sejam utilizados por criminosos.

Segundo a Serasa Experian, a chance de sofrer algum golpe é duas vezes maior para quem teve documentos roubados. De acordo com a entidade, entre janeiro e abril deste ano, foram detectadas 617.257 tentativas de fraude, ou 16,9 tentativas por segundo no seu banco de dados.

Normalmente, os criminosos usam os dados dos consumidores para comprar aparelhos celulares e criar contas de telefone. Desse modo, conseguem um comprovante de residência e podem abrir contas em bancos, pegar talões de cheque, cartões de crédito e até mesmo fazer empréstimos ou compras de carros em nome de outras pessoas.

"Assim que o consumidor ficar sem o documento, seja por perda ou roubo, aconselho a comunicar imediatamente aos órgãos de proteção de crédito sobre o ocorrido, porque se algum criminoso tentar se passar por essa pessoa, querendo fazer uma compra, aparece na tela do lojista ou do banco que o documento foi roubado. Depois dessa providência imediata, vá à delegacia registrar o boletim de ocorrência", informa Luiz Rabi, economista-chefe da Serasa Experian.

Veja, a seguir, as orientações de Banco Central, Febraban, Polícia Civil de São Paulo, Serasa Experian, Boa Vista SCPC, SPC Brasil e do advogado especializado em direito bancário Alexandre Berthe Pinto, sobre o que fazer se tiver cheques ou documentos roubados:

1) Avise o banco

Em caso de cheques ou cartões de banco, entre imediatamente em contato com o banco e peça o cancelamento. Se o pedido for feito por telefone, anote o número do protocolo (é a prova do requerimento). Assim que estiver com o boletim de ocorrência nas mãos, leve uma cópia ao banco e peça um documento comprovando que entregou o boletim, pois dessa maneira o banco não irá pagar o cheque, caso ele seja apresentado.

2) Informe os órgãos de proteção de crédito

Informe Serasa Experian, Boa Vista SCPC e SPC sobre o roubo/furto/extravio.  Precisa avisar a todos, porque eles têm arquivos de dados diferentes.

Na Serasa: é possível fazer o alerta pela internet. O aviso fica disponível para os clientes da Serasa por dez dias úteis. Para permanecer por tempo indeterminado, é preciso que o consumidor preencha uma declaração disponível na página do cadastro e enviá-la junto com uma cópia do Boletim de ocorrência por e-mail ou correio. Veja o passo a passo aqui.

Na Boa Vista SCPC: para fazer o alerta na Boa Vista SCPC, faça a comunicação aqui. É preciso fazer um cadastro e informar os documentos roubados/perdidos.

SPC Brasil: Para fazer o alerta no SPC Brasil, é preciso comparecer pessoalmente até um balcão de atendimento com o boletim de ocorrência. Para consultar o posto de atendimento mais próximo, clique aqui.

3) Faça um boletim de ocorrência

Compareça a uma delegacia para informar sobre o roubo (teve de entregar os documentos mediante ameaça com ou sem uso de arma), furto (o bandido levou o documento sem violência, muitas vezes sem que a própria pessoa percebesse) ou extravio (perda). Informe todos os dados dos documentos perdidos. Verifique se no seu Estado é possível fazer o boletim de ocorrência pela internet.

4) Mude suas senhas

Mude todas as senhas. Nunca use senhas fáceis como datas de nascimento.

Conheça o novo golpe a cartões de crédito

  •  

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos