PUBLICIDADE
IPCA
0,25 Fev.2020
Topo

IR 2020: Trabalhei em dois empregos no ano passado; como declaro isso?

Colaboração para o UOL, de São Paulo

05/03/2020 15h04

Se você tem dois ou mais empregos e a soma de todos os salários superou R$ 28.559,70 no ano passado, veja como preencher a declaração do Imposto de Renda 2020. As orientações abaixo também servem para quem trocou de emprego em 2019.

Também valem para quem recebeu salário de uma firma e atuou simultaneamente como microempresário ou microempreendedor individual (MEI). Ou seja, são orientações para todos os contribuintes que receberam rendas tributáveis de mais de uma fonte pagadora.

Para cada emprego ou fonte pagadora de rendimentos, você deverá criar um formulário na ficha "Rendimentos tributáveis recebidos de pessoa jurídica".

Selecione a ficha, clique em "novo" e preencha os campos com os dados da empresa, os respectivos rendimentos recebidos e os valores pagos de Imposto de Renda e previdência oficial (INSS). No final, clique em "OK". Repita o processo para cada empresa que você recebeu salário.

Empregos de dependentes também devem ser declarados

O mesmo procedimento vale para os dependentes incluídos na sua declaração que possuem emprego, estágio ou recebem aposentadoria.

Os rendimentos tributáveis de cada dependente devem ser informados na aba "dependentes", localizada no alto da ficha "Rendimentos tributáveis recebidos de pessoa jurídica". Selecione o dependente na lista e abra uma ficha nova para cada emprego.

Não esqueça das rendas de aluguel e pensão alimentícia

Caso você ou seu dependente receba renda de aluguel ou pensão alimentícia, os valores também devem ser informados na declaração. Para isso, selecione a ficha "Rendimentos tributáveis recebidos de pessoa física/exterior".

Se você preencheu o carnê-leão ao longo do ano, basta importar o arquivo do programa do carnê-leão 2019 para a declaração do IR 2020 que os campos serão preenchidos automaticamente. Na parte debaixo da ficha há um botão específico para importação.

Outra forma é preencher manualmente. Selecione na aba superior da ficha se a renda é sua (titular) ou do dependente. Em seguida clique em "outras informações" e então preencha a coluna "rendimentos" referente a "aluguel" ou "pensão alimentícia", mês a mês.

Todo rendimento deve ser informado, independente do valor

Você deve informar todas as fontes de renda tributável, independente do valor. Se você ou seu dependente trabalhou em uma empresa no ano passado, mesmo que durante apenas um mês, não esqueça de pedir o informe de rendimentos ao RH da companhia.

Todos os rendimentos tributáveis, do titular e dos dependentes, das diferentes fontes pagadoras, serão somados na declaração. Deste montante serão descontadas todas as despesas dedutíveis, do titular e dos dependentes, como gastos com saúde e educação.

A partir daí é calculado o imposto devido no ano e, por fim, são considerados todos os valores de IR já pagos antecipadamente ao longo do ano passado para se chegar ao resultado, de imposto a pagar ou a restituir.

O que você precisa saber sobre IR 2020

Tire suas dúvidas com um especialista no grupo do UOL
Faça o download do programa para declarar
Quer pagar menos imposto? Veja lista do que pode descontar ou não
Já conferiu se você tem mesmo de declarar neste ano?
Prazo vai até 30 de junho, e multa pode ser bem maior do que parece
Leia respostas às principais dúvidas sobre a declaração

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Bolsonaro diz que vai insistir para aumentar isenção no Imposto de Renda

UOL Notícias

Imposto de renda