PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

IR 2021: Quem pegou empréstimo acima de R$ 5.000 tem de declarar

Dependendo do valor que tomou emprestado em 2020, é preciso declarar no Imposto de Renda 2021 - Shutterstock
Dependendo do valor que tomou emprestado em 2020, é preciso declarar no Imposto de Renda 2021 Imagem: Shutterstock

Colaboração para o UOL, de São Paulo

07/03/2021 04h00

Você pegou um empréstimo no banco ou em uma financeira? Se o empréstimo for maior que R$ 5.000, precisa declarar a dívida no Imposto de Renda 2021. Veja como fazer:

O empréstimo deve ser declarado na ficha "Dívidas e Ônus Reais". Escolha o código conforme o tipo de instituição: 11 - Estabelecimento bancário comercial (banco) ou 12 - Sociedade de crédito, financiamento e investimento (financeira).

Na coluna "Discriminação", informe os detalhes da dívida, o nome e CNPJ da instituição que forneceu o empréstimo.

No campo "Situação em 31/12/2019", informe o saldo da dívida naquela data, se ela já existia. Se ainda não havia tomado emprestado nada, coloque o valor zero.

No campo "Situação em 31/12/2020", informe o saldo da dívida nessa data. E no campo "Valor Pago em 2020" informe o valor total das prestações pagas no ano passado.

IR Divida - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

A Receita obriga a informar apenas as dívidas com valor superior a R$ 5.000,00.

Não informe imóvel financiado e consórcio na ficha de "Dívidas"

Não informe na ficha "Dívidas e Ônus Reais" o financiamento para compra de imóvel feito pelo Sistema Financeiro de Habitação (SFH) ou outras dívidas nas quais o bem é dado como garantia de pagamento, como a compra de um carro financiado. Consórcios também não devem ser declarados nesta ficha.

No caso de financiamentos e consórcios já contemplados, a compra deve ser declarada na ficha "Bens e Direitos", no código relativo ao bem. Por exemplo: 11 - apartamento ou 21 - veículo. No campo "Discriminação", informe os dados do bem, do vendedor e do financiamento ou consórcio.

Nos campos "Situação em 31/12/2019" e "Situação em 31/12/2020", informe os valores efetivamente pagos (entrada mais prestações) ao final de cada ano.

Por exemplo, se você comprou um imóvel financiado em 2020, deixe o campo de 2019 com valor zero e coloque no campo de 2020 o valor pago de entrada mais as prestações do financiamento quitadas no ano passado.

IR Financ imob - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Consórcios não contemplados devem ser informados também na ficha "Bens e Direitos", sob o código 95.

UOL Economia+ fará evento para quem quer investir

Entre 23 e 25 de março, o UOL Economia+ e a casa de análises Levante Ideias de Investimento realizarão evento online gratuito.

O economista Felipe Bevilacqua, analista certificado e gestor especialista da Levante, comandará três grandes aulas para explicar ao leitor do UOL como assumir as rédeas do próprio dinheiro. O evento é gratuito para todos os leitores UOL.

Garanta o seu lugar no evento aqui:

Ao clicar em “Enviar”, você concorda com a Política de Privacidade do Grupo UOL e aceita receber e-mails de produtos e serviços do Grupo UOL e demais empresas integrantes de seu grupo econômico. O Grupo UOL utiliza as informações fornecidas para entrar em contato ofertando produtos e serviços. Você pode deixar de receber essas comunicações quando quiser.

PUBLICIDADE