IPCA
0,42 Mar.2024
Topo

Imposto de Renda 2023: Como achar número do recibo da declaração de 2022?

C - Marcello Casal JrAgência Brasil
C Imagem: Marcello Casal JrAgência Brasil

Rafael Gregório

Colaboração para o UOL, em São Paulo

04/03/2023 04h00

Encontrar o recibo de entrega da declaração do Imposto de Renda de 2022 é obrigatório para cumprir suas obrigações com a Receita Federal neste ano.

O que é o recibo do Imposto de Renda?

É um número de 12 dígitos que confirma que o documento foi transmitido para a Receita Federal. O dado ajuda a preencher a declaração mais rapidamente e com precisão. Ele também é necessário na hora de transmitir sua declaração à Receita.

Com o recibo, é possível usar a declaração pré-preenchida. Com isso, campos da declaração são completados automaticamente, como bens e dívidas. Isso evita divergências de informação que podem fazer o contribuinte cair na malha fina.

Os recibos são digitais. Sempre que se entrega uma declaração, o programa da Receita Federal gera um número de recibo com 12 dígitos, e salva dois arquivos no computador: um, em formato ".DEC", e outro, em formato ".REC". É importante guardar esses recibos por cinco anos.

Como recuperar o recibo do Imposto de Renda?

No programa IRPF2023

  • Se você ainda tem o programa de 2022 (IRPF2022) instalado, provavelmente os arquivos ".DEC" e ".REC" estão salvos no seu computador.
  • O programa IRPF2023, que estará disponível para download no site da Receita Federal a partir do dia 15 de março, consegue recuperar as informações.
  • Logo na tela inicial, há uma opção para importar dados, na qual o programa busca esses arquivos do ano anterior na pasta "Transmitidas" do IRPF2022.

No programa IRPF2022

  • Para quem ainda tem o IRPF2022 instalado no computador, uma opção é abrir o programa, gerar cópias dos arquivos do ano passado e salvá-las numa pasta de fácil acesso.
  • Para isso, abra o programa do IRPF2022, e, na tela inicial, clique na aba "Transmitidas".
  • Se outros contribuintes usaram o computador para fazer a declaração de 2022, ou se um mesmo contribuinte fez declaração retificadora depois, haverá nessa pasta uma lista de arquivos.
  • As declarações e recibos de entrega são identificadas pelo número de CPF do contribuinte.
  • Escolha o arquivo que deseja copiar - se houve declaração retificadora, escolha a mais recente.
  • O programa abrirá uma janela para escolher em qual pasta do computador deseja salvar a cópia da declaração e do recibo de entrega.
  • O arquivo da declaração tem o nome composto do seu CPF, e termina com a extensão ".DEC"; é esse que você deve usar para importar os dados. Já o arquivo do recibo de entrega tem a extensão ".REC".

No computador, se excluiu o programa de 2022

  • Ainda que o programa do IRPF2022 não esteja mais instalado, é possível que exista uma pasta no computador com a declaração do ano passado.
  • Mesmo com a desinstalação, o programa pode manter um "backup" dentro da máquina.
  • Para localizar essa pasta, você precisará usar o "Explorador de Arquivos", no Windows, ou o "Finder", para usuários de computadores da Apple.
  • Clique na Unidade de Disco principal (normalmente chamada "C:" no Windows, ou "Documentos" no MacOS).
  • Em seguida, procure uma pasta com um nome parecido com "Programas RFB". Dentro dela deve existir outra, chamada "IRPF2022".
  • Abra essa pasta e localize dentro dela a pasta de nome "Transmitidas". É aí que deve estar sua declaração do ano passado.
  • Você vai precisar de dois arquivos nesta pasta. Um é o da declaração, e o outro é o do recibo.
  • Ambos têm nos nomes o CPF do contribuinte, mudando a extensão: ".DEC" ou ".REC". Por exemplo: "12345678900-IRPF-A-2022-2021-ORIGI.DEC".
  • Se a declaração do ano passado for a original, o nome do arquivo terá a expressão "ORIGI".
  • Caso o contribuinte tenha feito declaração retificadora, deve achar o arquivo mais recente com "RETIF" no nome.
  • Para finalizar, selecione os dois arquivos (declaração e recibo), clique em "Copiar", escolha uma pasta de fácil acesso e, nela, clique em "Colar".
  • Depois, abra o programa deste ano (IRPF2023), clique em "Nova", escolha o tipo de declaração ("Ajuste Anual") e clique em "Importar declaração de 2022".
  • Vai abrir uma janela, e aí basta escolher os arquivos de 2022 que você acabou de salvar.

Versão impressa

  • Se você imprimiu sua declaração e o recibo, e precisa apenas do número, e não do arquivo, esse é o jeito mais fácil: basta copiar o número, que estará lá.

E se perdeu tudo do computador?

Se o contribuinte perdeu todos os dados do computador, ou se não consegue encontrar os arquivos do ano passado, o jeito é pedir ajuda à Receita Federal. Há duas possibilidades: pela internet ou presencialmente.

2ª via no site da Receita

  • É possível obter uma segunda via da declaração pela internet, no site da Receita Federal.
  • Basta ter código de acesso e senha no sistema e-CAC, ou uma senha do portal "gov.br", que dá acesso aos sites do governo federal.
  • Caso ainda não tenha, siga as orientações na página inicial do e-CAC para gerar o código de acesso ou a senha "gov.br".
  • Após entrar no sistema, clique no item "Meu Imposto de Renda" que aparece no menu do lado esquerdo.
  • Após abrir a página, localize a coluna "Declaração". Nela, você vai encontrar o item "Baixar arquivo da declaração entregue". Selecione o ano e baixe o arquivo no seu computador.

2ª via em unidade da Receita

Se não for possível obter solução pela via digital, o contribuinte pode comparecer em uma unidade de atendimento da Receita Federal e pedir ajuda. Clique aqui e veja os endereços em todo o país.

O Imposto de Renda é uma declaração que deve ser realizada por pessoas e empresas à Receita Federal anualmente. No documento, devem ser relatados todos os rendimentos ganhos ao longo daquele período. Por meio da declaração, o governo analisa quais tributos já foram pagos pelo contribuinte e se o declarante deve receber restituição ou pagar algum valor de acordo com a tabela pré-estabelecida. Veja abaixo todas as notícias e informações sobre o Imposto de Renda 2023.