PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Quanto já perdeu o vencedor da Mega da Virada, que esqueceu R$ 163 milhões?

Conteúdo exclusivo para assinantes

Camila Mendonça

Do UOL, em São Paulo

31/03/2021 04h00

Um dos ganhadores da Mega da Virada de 2020 tem até esta quarta-feira (31) para resgatar o prêmio de R$ 162,6 milhões. Mas ainda que ele retire a bolada na última hora, ele já perdeu em torno de R$ 1,8 milhão só por deixar o dinheiro parado, sendo corroído pela inflação acumulada de janeiro e fevereiro.

Essa perda para a inflação corresponde a 109 anos da renda média do brasileiro, que ficou em R$ 1.380 em 2020, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). "É praticamente três pessoas trabalhando a vida inteira, ganhando a renda média de hoje e considerando as regras de tempo de aposentadoria", explica o consultor financeiro pessoal Lucas Madaleno, fundador da LM Finanças Pessoais.

O consultor calculou que, se o ganhador tivesse resgatado o prêmio no primeiro dia útil de janeiro e tivesse aplicado em um investimento conservador, que rende 100% do CDI, ele já teria conseguido mais de R$ 572 mil em juros líquidos —descontando o Imposto de Renda.

Confira quanto o vencedor poderia ter ganhado em três meses em alguns investimentos e quanto rendem R$ 162,6 milhões se ele conseguir resgatar o prêmio a tempo. Os especialistas ouvidos pelo UOL ainda dão dicas de como se organizar para fazer o dinheiro render mais, seja a bolada da Mega da Virada ou aquele dinheiro extra que você recebeu.

Ganhos e perdas de três meses

Em três meses investindo R$ 162,6 milhões, o vencedor da Mega da Virada já teria tido um bom rendimento, mesmo em investimentos conservadores. Mas ele poderia tirar bem mais.

Com esse dinheiro, ele consegue contratar profissionais muito capacitados de family offices, escritórios que fazem a gestão de grandes fortunas, e consegue ir para segmentos de investimentos muito melhores.
Lucas Madaleno, consultor financeiro

Considerando de janeiro a março, ele ganharia dinheiro em investimentos de renda fixa, mais conservadores, e perderia uma bolada de R$ 4,7 milhões se tivesse deixado tudo em ações do Ibovespa. Veja abaixo quanto ele teria ganhado em juros reais, descontado o Imposto de Renda, segundo os cálculos do consultor.

Quanto rendem R$ 162,6 milhões

Se o felizardo lembrar que precisa resgatar o prêmio até esta quarta (31), ele pode recuperar as perdas que teve da inflação. Tanto para esse montante como para qualquer investimento de longo prazo, o principal ponto é vencer a inflação, afirma o planejador financeiro da Fiduc Valter Police, colunista do UOL Economia+.

Se ele conseguir uma carteira que renda 1% ao ano acima da inflação, ele tira R$ 135 mil por mês. Se for 3%, estamos falando de R$ 400 mil por mês. Se ele só empatar com a inflação, ele consegue tirar R$ 135 mil por mês por 100 anos.
Valter Police, planejador

Confira abaixo quanto rendem R$ 162,6 milhões, em juros líquidos, na poupança, no Tesouro Selic e em um investimento conservador que rende 100% do CDI.

O que fazer ao ganhar um dinheiro extra

Quando você recebe algum dinheiro extra, seja a bolada da Mega da Virada ou não, os especialistas recomendam atenção para que esse dinheiro renda. "Não importa o montante, o dinheiro tem fim, ele acaba", afirma Police. Não é incomum ver profissionais do esporte, atores de Hollywood e também vencedores de loteria irem à falência depois de um tempo.

A primeira coisa é pensar antes de agir. A gente tem uma tendência natural de agir imediatamente quando algo acontece. Esse é um grande erro. Você precisa pensar primeiro o que esses recursos que recebeu podem proporcionar a você. Depois de ter isso claro, o segundo passo é pensar o que fazer para que esse dinheiro faça aquilo que você quer. Muita gente pula esse passo, mas preciso reforçar que investir para ganhar mais dinheiro nunca deve ser o objetivo final.
Valter Police

Para o professor de finanças do Insper e consultor de investimentos Michael Viriato, o primeiro passo é "esquecer os sonhos" por enquanto. "O objetivo principal tem de ser viver bem até o fim da vida e, para isso, é preciso criar um plano", afirma.

Ele explica que tanto o ganhador da Mega da Virada, como qualquer pessoa que queira começar a investir, precisa pensar quanto quer ganhar por mês durante quanto tempo. "Por exemplo: tenho 40 anos e quero viver até os 100 anos. Nesse cenário, qual a renda que posso ter e quero tirar considerando esse prazo para viver como quero?."

Nessa conta, diz o professor, é preciso considerar o perfil de risco. Se o investidor não sabe, considere investimentos de conservadores a moderados. Depois de projetar quanto quer ter de salário todos os meses até o fim da vida é que entram os sonhos.

A realização dos sonhos deve ser feita a partir desse salário que ele traçou. O problema de quem ganha muito dinheiro de uma única vez é que a pessoa realiza os sonhos de imediato, e muitas vezes sonhos fora da realidade dela, e a partir daí ela diminui muito o patrimônio ou gasta tudo.
Michael Viriato, professor do Insper

Carteira de investimentos de um milionário

Em quais investimentos colocar R$ 162,6 milhões? Segundo especialistas a resposta está condicionada aos objetivos do ganhador, mas é possível dividir o dinheiro em realizações imediatas, curto prazo e reserva de emergência e longo prazo.

De acordo com Madaleno, para desejos imediatos, o ideal seria reservar 1% do prêmio. Para metas de curto prazo e reserva de emergência, em torno de 10% do patrimônio devem ser investidos em renda fixa de resgate imediato. "Mas neste caso, ele pode ousar mais na renda fixa, pelo montante de dinheiro. Ele pode colocar em debêntures, CRIs, em renda fixa mais elaborada", afirma o consultor.

Para o médio prazo, entre cinco e 10 anos, o recomendado é destinar 30% do prêmio para fundos imobiliários, fundos de investimentos multimercado e ações.

O restante do prêmio seria para longo prazo, acima de 10 anos. Para essa parcela ações, fundos imobiliários e investimentos que paguem mais que a inflação são os mais indicados, segundo o consultor.

Este material é exclusivamente informativo, e não recomendação de investimento. Aplicações de risco estão sujeitas a perdas. Rentabilidade do passado não garante rentabilidade futura.

PUBLICIDADE