Só para assinantesAssine UOL

Com queda da Selic, saiba se vale investir na Bolsa e em fundos em 2024

Começo do ano é ideal para reorganizar as finanças e balancear os investimentos na carteira. Com as mudanças da taxa Selic e inflação controlada, é importante considerar o cenário econômico para decidir onde vale aplicar o seu dinheiro - e como dividir o que vale a pena manter ou incluir no seu portfólio. O UOL ouviu especialistas para saber quais são os ativos e segmentos que merecem mais destaque em 2024.

Selic em um dígito em 2024

Este ano promete uma renda variável mais atrativa. A projeção é que a Selic chegue a 9% até o fim do ano, e a 8,50% em 2025. O Banco Central vem dando sinais de que pretende seguir com os cortes de juros e isso favorece algumas classes de investimentos, principalmente as mais arriscadas, explica Gustavo Cruz, estrategista-chefe da RB Investimentos.

Inflação de 3,90% e para 2025 de 3,50%. O índice sob controle mostra que a política monetária está funcionando e que é possível ter um poder de compra melhor nos próximos anos. Os dados são conforme o Relatório Focus do BC do dia 5 de janeiro.

Gastos do governo ainda vão chamar bastante atenção. As discussões sobre o governo Lula devem continuar com foco em cumprir a meta de 'déficit zero', ou seja, só gastar o que arrecadar. A taxação dos fundos dos super-ricos e contas offshores foram medidas para equilibrar as contas.

A tendência é uma realidade diferente, as pessoas estão menos inadimplentes e isso deve fazer com que as empresas tenham resultados melhores ao longo do ano, vão pagar menos juros, sobrando mais espaço para outras iniciativas.
Gustavo Cruz, estrategista-chefe da RB Investimentos

O que vale a pena ficar de olho

Mercado de ações e fundos imobiliários se beneficiam da baixa dos juros. As taxas para a renda fixa deixaram de ser tão atrativas e isso incentiva investidores a migrar seu dinheiro para a Bolsa e fundos. A Bolsa, que está por volta dos 131 mil pontos, pode chegar aos 150 mil pontos até o fim do ano, analisam especialisas.

Ações de commodities podem ser uma boa. Desde petróleo a grãos e alimentos, são setores que devem se manter em alta em 2024 e ser analisado com carinho pelo investidor, enfatiza Caio Mastrodomênico, especialista em finanças.

Bancos e seguradoras têm bons resultados. Com participação no índice da Bolsa, podem ser bons pagadores de dividendos este ano, para quem quer renda com ações. Construtoras e incorporadoras se destacam com programas habitacionais.

Continua após a publicidade

Parte do dinheiro deve estar atrelado ao dólar. Uma reserva em moeda estrangeira é uma forma de proteção e diversificação para o investidor. Assim, você coloca parte dos seus investimentos em uma moeda mais forte, como é o dólar, exemplifica o especialista.

Também há opções mais arriscadas e rentáveis dentro da renda fixa como debêntures incentivadas.

Antes de investir, considere a sua renda e perfil de investidor. Não existe uma fórmula pronta para acumular capital e é importante ponderar fatores que determinam o seu estilo de vida e objetivos, para não perder dinheiro ao invés de ganhar.

Atenção no cenário econômico

Novo presidente do BC é decisivo para a economia. O atual no cargo, Roberto Campos Neto, já informou em algumas entrevistas que ficará no cargo durante o seu mandato, que tem prazo até o fim de 2024. Sem sinal de quem pode assumir, o perfil da pessoa dita a segurança no mercado e as próximas mudanças na taxa Selic, diz Cruz.

Juros nos Estados Unidos sinalizam possível fim do ciclo de alta. O Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) seguiu com os juros norte-americanos inalterados, em uma faixa de 5,25% a 5,50% ao ano, no dia 13 de dezembro.

Continua após a publicidade

Cenário externo é importante para os investimentos brasileiros. Os especialistas ouvidos pelo UOL pontuam que considerando a quantidade de investidores estrangeiros no Brasil, as instabilidades que passam em outros países muda quanto capital eles escolhem aplicar por aqui - e isso influencia no sobe e desce da Bolsa.

2023 foi um ano desafiador para o investidor, principalmente aqui no Brasil, que nós tivemos diversos episódios que colocaram os investidores em alerta. 2024 está um pouco diferente e o mercado externo já está acostumado com o nosso risco fiscal.
Caio Mastrodomênico, especialista em finanças

Retorno dos investimentos em 2023

Veja as melhores e piores rentabilidades de 2023. O rendimento foi das aplicações do ano até o final de dezembro de 2023 para os principais índices do mercado financeiro através da pesquisa elaborada por Einar Rivero, diretor da Elos Ayta consultoria. Mas lembre-se que rentabilidade passada não define rentabilidade futura.

Bitcoin ganhou força por conta da descentralização. Normalmente, o ativo digital não sofre com mudanças de governo e tende a performar bem em cenários de crise, enquanto outras moedas perderam rentabilidade, como ouro e euro.

Acima da inflação

  • Bitcoin: 134,70%
  • Idiv (índice de dividendos): 26,84%
  • BDRX: 26,33%
  • Ibovespa: 22,28%
  • Small Cap: 17,12%
  • Ifix (índice dos fundos imobiliários): 15,50%
  • Ima Geral (índice do mercado de renda fixa): 14,68%
  • CDI: 12,94%
  • IHFA (índice de fundos multimercados): 8,94%
  • Poupança: 8,21%
Continua após a publicidade

Abaixo da inflação

  • Euro: -3,43%
  • Ouro: -5,96%
  • Dólar: 7,21%

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes