Só para assinantesAssine UOL

BB, BB Seguridade e Vivo: veja ações para ter renda passiva em 2024

Ações podem ser uma forma de ter uma renda extra. Mas poucas empresas concentram a maior parte dos pagamentos aos acionistas, em dividendos ou juros sobre o capital próprio. Um desses papéis é o Banco do Brasil: foi um dos bancos que mais remunerou os acionistas.

Banco do Brasil é opção para 2024

O Banco do Brasil (BBSA3) se beneficiou pela dinâmica do agronegócio, além do sólido controle da sua inadimplência. Para 2024, a perspectiva do analista é positiva, com dividend yield entre 8% e 10% para Banco do Brasil, diz Gabriel Duarte, analista da Ticker Research.

Entre as vantagens de investir no Banco do Brasil, Duarte destaca a previsibilidade de resultados, boa geração de valor e preço da ação ainta atraente. "Além do agro, o Banco do Brasil tem uma carteira de empréstimos consignados significativa. O crédito mais seguro que há, trazendo boa previsibilidade para a instituição", diz.

A empresa também está mais barata que outros bancos privados, dizem analistas.

BB Seguridade foi boa pagadora em 2023 e tem potencial para 2024

A BB Seguridade (BBSE3), que também acaba tendo forte exposição aos canais de agro do banco, também fortaleceu seus resultados neste ano. Hugo Queiroz, sócio e diretor da L4 Capital destaca que 2023 foi um ano muito bom para a empresa pela retomada de uma boa gestão operacional. Ela também controlou os sinistros, que são os pagamentos da seguradora. Os juros altos tambpem auxiliaram as seguradoras a rentabilizar seus resultados financeiros e, consquentemente, a pagar mais dividendos.

Especialistas esperam um retorno em dividendos de 8% a 10% para BB Seguridade. Com os juros em queda, 2024 deve trazer resultados menores na parte financeira, mas ainda interessantes do lado operacional, segundo Queiroz. "Sempre vai ter apólices, seguros como previdência que são pagos independentemente se a economia vai bem ou mal", afirma o analista. Ele destaca que o setor de seguros ainda tem pouca participação no Brasil, o que traz um forte potencial de crescimento e permite um forte potencial de dividendos a médio prazo para BB Seguridade também.

Contudo, no cenário atual, para quem gosta de dividendos e do segmento de seguros, Queiroz acredita que BB Seguridade é uma boa ação para se ter na carteira. Sérgio Neto, da Capitalizo, acredita que, mesmo com a queda dos juros, BB Seguridade siga entregando um dividend yield elevado em 2024. A projeção da casa de análise é de 12% para 2024. "A companhia está apresentando bons resultados operacionais e não vemos redução nos proventos", diz.

Continua após a publicidade

Já entre os riscos, Queiroz cita uma piora sensível na sinistralidade dos seguros ou uma queda muito forte da taxa de juros. Nenhum desses riscos está no radar, mas poderiam prejudicar a parte financeira da BB Seguridade.

Telefônica Brasil é uma boa para iniciantes

Para quem quer dar os primeiros passos na renda passiva, Reis recomenda o segmento de telecomunicações com a Vivo (VIVT3). O retorno com dividendos da ação está projetado para 7,5% em 2024.

A companhia está inserida em um segmento consolidado, o que favorece o investidor de renda passiva. Empresas bem posicionadas não costumam direcionar muitos recursos para novos investimentos e boa parte do seu caixa é destinado para remunerar os seus acionistas. Além disso, a Vivo e a Tim ganharam participação de mercado e aumentaram a base de clientes após a aquisição de ativos da Oi, o que deve contribuir com a receita das empresas em 2024. "Elas ganharam de 10% a 15% de clientes novos, e 2024 será o ano de consolidação desses novos ativos. As companhias vão poder rentabilizar esses clientes", afirma Reis.

É uma empresa estável na Bolsa. Para o médio prazo, além dos dividendos, o analista da DV Invest destaca como vantagem a exposição a uma empresa que é pouco volátil diante de outros segmentos na Bolsa.

Vale lembrar que a Vivo manifestou a sua intenção de distribuir 100% do seu lucro líquido entre 2024 e 2026 sob a forma de dividendos, juros sobre capital próprio (JCP), recompras de ações e reduções de capital. A proposta foi bem-vista pelo mercado, garantindo mais estabilidade nas remunerações. Neto, da Capitalizo, destaca que a companhia aprovou recentemente uma redução de capital de R$ 1,5 bilhão, o que daria lugar a um dividend yield médio de entre 6% e 8% no intervalo de 2024 a 2026. Para o analista, a Vivo é uma ótima alternativa para quem busca renda passiva, que pode beneficiar os seus investidores até com bonificações de ações. "É uma empresa mais madura e tranquila para quem busca dividendos", diz.

Continua após a publicidade

Quem pagou mais dividendos

A Petrobras e a Vale foram as maiores pagadoras de dividendos de 2023 em termos absolutos. Itaú Unibanco, Bradesco, Santander, CSN e CSN Mineração também estão na lista. Petrobras e Vale foram responsáveis por quase metade de todos os dividendos e juros sobre o capital próprio (JCP) do ano. Juntas, pagaram R$ 94,28 bilhões. As outras 363 empresas da Bolsa brasileira pagaram, somadas, R$ 96,84 bilhões. Veja aqui se vale a pena investir em Petrobras e Vale para ter renda com dividendos.

Pagamentos estão concentrados em poucas empresas. Sem Petrobras e Vale, as dez empresas que mais pagaram dividendos em 2023 concentram 57,18% dos R$ 96,84 bilhões distribuídos até setembro. Boa parte dos proventos distribuídos pelas 363 empresas da Bolsa brasileira se encontra em empresas do setor financeiro e de seguros, entre estas: Banco do Brasil (12,51%), Itaú (10,61%), Bradesco (8,70%), BB Seguridade (7,19%) e Santander (4,41%).

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora