Topo

China volta a reduzir coeficiente de reservas imposto aos bancos

29/02/2016 10h26

Xangai, 29 Fev 2016 (AFP) - O banco central de China anunciou nesta segunda-feira uma redução do coeficiente de reservas obrigatórias imposto aos bancos para tentar motivá-los a conceder mais empréstimos a fim de incentivar o crescimento econômico.

A redução é de 0,5 ponto percentual, informou o Banco do Povo Chinês (PBOC, banco central) em um comunicado.

O anúncio acontece poucos dias depois de uma reunião, em Xangai, dos ministros das Finanças e presidentes de bancos centrais do G20, que se comprometeram a usar de todos os instrumentos a seu alcance para fortalecer a recuperação econômica global.

A medida precede, além disso, a abertura, no próximo fim de semana, da sessão anual da Assembleia Nacional Popular (ANP), o parlamento do país.

bxs/slb/jv-js.

Mais Economia