Pistolas de Simon Bolívar são leiloadas por US$ 1,8 milhão

  • Divulgação

Nova York, 14 Abr 2016 (AFP) - Um par de pistolas que teria pertencido ao líder latino-americano Simon Bolívar foi leiloado por US$ 1,8 milhão (cerca de R$ 6,24 milhões) na quarta-feira (13) pela casa Christie's de Nova York.

A origem das armas provocou especial interesse: foi um presente a Bolívar do aristocrata francês marquês De Lafayette, que integrou as forças francesas na América e participou da revolução das colônias norte-americanas contra os britânicos.

Lafayette admirava Bolívar por sua liderança na luta contra o império espanhol no norte da América do Sul, considerando que compartilhava seus ideais de independência.

As armas, acondicionadas em um estojo de madeira, são incrustadas em ouro e prata com símbolos da mitologia grega e romana, e foram fabricadas por artesãos de Versalhes em 1825.

Filho de uma família de Caracas, Bolívar liderou as tropas que conseguiram a capitulação dos espanhóis em 1813, e a independência da Venezuela.

Bolívar também teve um papel decisivo nas fundações de Colômbia, Equador, Peru e Bolívia. O líder morreu em 1830, aos 47 anos.

Carro usado no último filme de James Bond vai a leilão

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos