Fiat Chrysler retira mais de 1 milhão de veículos do mercado internacional

Nova York, 22 Abr 2016 (AFP) - A Fiat Chrysler anunciou nesta sexta-feira que retirará mais de um milhão de veículos do mercado internacional, depois que dezenas de pessoas foram feridas por automóveis no modo "estacionamento", mas que continuavam em movimento.

Investigadores da empresa e da Administração Nacional de Segurança Viária americana descobriram casos em que motoristas desceram de seus veículos pensando que eles estavam no modo "estacionamento", quando na realidade estavam em ponto morto e com alguma marcha. Desse modo, os carros se moviam após a saída dos motoristas.

Os modelos afetados são os Dodge Charger 2012-2014 e os Jeep Cherokees.

A companhia automobilística italiana disse que sabe de 41 casos de feridos que podem estar relacionados a esse problema.

A Fiat Chrysler disse que melhorará o sistema de câmbio e de alerta de seus automóveis.

Serão cerca de 812.000 veículos retirados nos Estados Unidos, 52.150 no Canadá, 16.800 no México e 248.670 em outros países.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos