Bolsas

Câmbio

EUA vigiam superávits comerciais da Alemanha e da China

Washington, 29 Abr 2016 (AFP) - Os Estados Unidos colocaram nesta sexta-feira Alemanha, China e outros três países da Ásia em uma lista de vigilância de sócios comerciais com superávit de conta corrente e superávit comercial, informou o Departamento do Tesouro.

Taiwan, Coreia do Sul e Japão também foram incluídos nessa lista, por serem considerados suspeitos de não jogar limpo para beneficiar suas economias.

Esta lista substitui a revisão bianual ordenada pelo Congresso para sancionar aqueles que manipulam artificialmente suas moedas para favorecer suas exportações.

Ao divulgar sua nova lista, o Departamento do Tesouro disse que os cinco países se enquadram em dois dos três critérios que medem o jogo sujo comercial e que podem dar margem a represálias dos Estados Unidos.

Os critérios seriam: ter um significativo superávit comercial com os Estados Unidos; ter um superávit de conta corrente superior a 3% do PIB desse país; e intervir reiteradamente no mercado de câmbio para evitar a apreciação de suas moedas nacionais.

China, Japão e Coreia do Sul se enquadram nos dois primeiros itens. Taiwan foi incluído por seu elevado superávit de conta corrente e por suas intervenções para manter sua moeda artificialmente desvalorizada em relação ao dólar.

Sobre a Alemanha, que como membro da zona do euro não pode manipular o euro, o Tesouro disse que seu elevado superávit comercial com os Estados Unidos e seu também elevado superávit orçamentário "representam substanciais excessos de poupança".

Esse superávit, segundo o Tesouro, pode ser utilizado para estimular a demanda alemã quando, segundo Washington, deveria ser usado para o reequilíbrio da zona euro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos