PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

G7 alerta para 'implicações adversas' do Brexit

24/06/2016 12h39

Tóquio, 24 Jun 2016 (AFP) - Os ministros da economia e os presidentes dos bancos centrais do G7 alertaram nesta sexta-feira que o voto do Reino Unido pela saída da União Europeia terá "implicações adversas". Após o resultado, os mercados despencaram e a libra sofreu a maior baixa em três décadas.

"Nós reconhecemos que a volatilidade excessiva e esses movimentos desordenados nas taxas de câmbio pode gerar implicações adversas para a estabilidade financeira e econômica", afirmou o clube dos países ricos em comunicado.

"Os bancos centrais do G7 têm tomado medidas para garantir liquidez adequada e para apoiar o funcionamento dos mercados". "Estamos prontos para usar os instrumentos de liquidez estabelecidos para esse fim".

O grupo acrescentou que "a economia e o sistema financeiro do Reino Unido são resistentes e (nós) estamos confiantes de que as autoridades (britânicas) estão bem posicionadas para enfrentar as consequências do referendo".

Nesta sexta-feira, o Banco da Inglaterra anunciou que está pronto para injetar £250 bilhões (US$370 bilhões, EUR326 bilhões) para ajudar o bom funcionamento do mercado após o caos dos mercados nesta manhã.

O Banco Central Europeu também disse que está pronto para injetar liquidez, caso seja necessário. O Banco do Japão informou que trabalha com outros bancos para conter a alta volatilidade dos mercados.

A declaração foi emitida após uma teleconferência entre os representantes do G7 - formado por Estados Unidos, Alemanha, Japão, Reino Unido, Itália, França e Canadá - para discutir os resultados do referendo histórico.

bur-nf/pb/eb/cc