Bolsas

Câmbio

Banco da Inglaterra: riscos do Brexit começam a aparecer

Londres, 5 Jul 2016 (AFP) - As ameaças à estabilidade financeira do Reino Unido surgidas com o Brexit "começaram a manifestar-se", afirmou nesta terça-feira (5) o Banco da Inglaterra (BoE), que anunciou uma flexibilização das regras de financiamento dos bancos para estimular os empréstimos.

"Há evidências de que alguns riscos começaram a manifestar-se. A atual perspectiva para a estabilidade financeira do Reino Unido é desafiante", afirma o Comitê de Política Financeira (FPC) do BoE em seu relatório de estabilidade financeira.

O relatório é o primeiro divulgado após o referendo de 23 de junho, no qual os britânicos votaram a favor da saída da União Europeia, ignorando as advertências do próprio Banco da Inglaterra e do Fundo Monetário Internacional, entre outros.

O Comitê de Política Financeira (FPC) da instituição decidiu reduzir os fundos que os bancos devem proteger para enfrentar momentos de turbulências, com o objetivo de que destinem o dinheiro liberado para estimular a economia.

As medidas devem servir para destinar quase 150 bilhões de libras (178,9 bilhões de euros, US$ 197,24 bilhões) adicionais a empréstimos a particulares e empresas.

Para alcançar o objetivo, o BoE reduziu de 0,5% para 0% a proteção financeira exigida aos bancos para exigências.

A instituição considerou que, apesar da forte desvalorização da libra e das ações dos bancos, o setor financeiro permanece sólido no momento.

5 fatores que levaram ao referendo sobre a UE no Reino Unido

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos