Bolsas

Câmbio

Filhos de Trump devem ficar fora do governo, diz Giuliani

Washington, 13 Nov 2016 (AFP) - O ex-prefeito de Nova York Rudy Giuliani, um dos mais próximos assessores do presidente recém-eleito dos Estados Unidos, afirmou que os filhos de Donald Trump "não poderão trabalhar" no governo de seu pai e sugeriu que eles representem seu império econômico.

Os quatro filhos adultos do próximo presidente - Ivanka, Tiffany, Eric e Donald Jr. - "não poderão trabalhar no governo, porque a lei rejeita o nepotismo", disse Giuliani à CNN.

Ele é cogitado para assumir o Departamento da Justiça.

Três dos filhos de Trump - Ivanka, Eric e Donald Jr. - são parte da atual equipe de transição, assim como Jared Kushner, marido de Ivanka.

Giuliani sugeriu que os filhos do magnata representem os negócios do pai e criem um grupo, no qual Trump não tenha controle.

"Seria o tipo de coisa que funcionaria, se (Trump) pusesse (...) um negócio para seus filhos dirigirem, com um documento jurídico que estabeleceria que ele não está envolvido, que ele não tem interesses, nem participação", explicou Giuliani.

"É preciso conceber algo que seja fácil, qualquer coisa que seja justa, qualquer coisa que mostre aos americanos que (Trump) não tem interesses nos negócios", insistiu o ex-prefeito de Nova York.

Ele lembrou que a lei não proíbe que o próprio presidente eleito administre seus negócios estando na Casa Branca.

"Vocês se dão conta de que as leis não se aplicam ao presidente, certo?", disse ele à CNN.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos