Bolsas

Câmbio

EUA critica iniciativa israelense para legalizar casas na Cisjordânia

Washington, 7 dez 2016 (AFP) - O departamento americano de Estado reafirmou nesta terça-feira sua preocupação com a iniciativa "profundamente nociva" de Israel de legalizar 4 mil residências de colonos construídas na Cisjordânia ocupada em terras privadas palestinas.

Legisladores de Israel aprovaram na noite de segunda-feira a iniciativa de maneira preliminar, em meio a críticas da comunidade internacional, que considera ilegal todas as colônias israelenses em terras ocupadas.

"Aprovar esta lei será profundamente nocivo na perspectiva de uma solução de dois estados" - israelense e palestino - disse Mark Toner, porta-voz do departamento de Estado.

"Também estamos preocupados por comentários que escutamos de algumas figuras políticas em Israel de que isto seria o primeiro passo para a anexação de partes da Cisjordânia".

Antes de se converter em lei, o texto deve passar por três leituras parlamentares e por um exame de constitucionalidade na Suprema Corte. A primeira leitura ocorrerá na quarta-feira.

"Estamos profundamente preocupados com isto", declarou Toner.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos