Bolsas

Câmbio

Moody's baixa perspectiva da dívida da Itália

Washington, 7 dez 2016 (AFP) - A agência classificadora de risco Moody's passou de "estável" para a "negativa" a perspectiva da dívida da Itália, nesta quarta-feira (7), após o fracasso da consulta popular que levou ao pedido de renúncia do primeiro-ministro Matteo Renzi.

A classificação da dívida italiana se mantém em "Baa2", mas o rebaixamento da perspectiva implica a possibilidade de nova redução nos próximos meses.

Em nota, a Moody's disse que o resultado da consulta de domingo atrasa a adoção de reformas econômicas e fiscais. Além disso, freia as chances de que a Itália reduza sua dívida, deixando o país exposto a "choques imprevisíveis" em momentos de baixo crescimento econômico.

"O crescimento da Itália continua sendo tênue, e as perspectivas são pobres", continuou a Moody's, acrescentando que "persistem desafios a longo prazo para a força fiscal do governo".

A ampla maioria dos italianos rejeitou uma reforma que previa uma drástica redução dos poderes do Senado, a limitação das prerrogativas das regiões e a supressão de províncias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos