Bolsas

Câmbio

Justiça suspende bloqueio de bens da Odebrecht

Rio de Janeiro, 17 Fev 2017 (AFP) - A Justiça suspendeu nesta sexta-feira o bloqueio de bens da Odebrecht, depois que a empreiteira aceitou "cooperar" com as investigações do megaescândalo de corrupção na Petrobras.

A decisão foi tomada pelo juiz federal de Curitiba Friedmann Anderson Wendpap, a pedido do Ministério Público Federal, informou o Poder Judiciário em um comunicado.

A Advogacia Geral da União (AGU) tinha solicitado em novembro passado o bloqueio de bens para garantir que a Odebrecht ressarcisse o superfaturamento milionário de uma refinaria às custas do erário.

A empresa, que agora enfrenta multa de 4,5 bilhões de dólares em um caso que envolveu a Justiça de Brasil, Suíça e Estados Unidos, acordou que 77 de seus ex-executivos confessassem seus crimes.

A empreiteira é uma das principais mencionadas na Operação Lava Jato, que investiga um esquema de suborno a políticos e partidos para obter contratos com a petroleira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos