Wall Street soma novos recordes

Nova York, 21 Fev 2017 (AFP) - Wall Street fechou com novos recordes, nesta terça-feira (21), impulsionada por danos animadores da economia americana e mundial.

Depois do feriado de segunda-feira, os três índices abriram a semana, conquistando níveis inéditos: o industrial Dow Jones subiu 0,58%, situando-se nos 20.743,00 pontos; o Nasdaq ganhou 0,47%, nas 5.865,95; e o S&P 500 avançou 0,60%, nas 2.365,38 unidades.

"Mantém a tendência geral de alta", disse Karl Haeling, da firma Landesbank Baden-Württemberg, ressaltando que parte dessa tendência foi alimentada por bons sinais da economia europeia.

A atividade do setor privado da zona euro acelerou seu crescimento em fevereiro e atingiu seu nível mais alto em seis anos, segundo estimativas do gabinete econômico Markit.

"Isso mostra que não é apenas a Bolsa dos Estados Unidos que sobe, mas que ela é seguida pela maioria dos mercados mundiais", disse Haeling.

Nos Estados Unidos, segue o otimismo de que o presidente Donald Trump vá anunciar em breve uma redução de impostos. Essa perspectiva tem contribuído para manter o impulso de alta de Wall Street desde a vitória do republicano, em 8 de novembro.

O mercado de títulos caiu levemente.

Às 19h20 (horário de Brasília), o rendimento dos bônus do Tesouro com vencimento para dez anos subia a 2,429% contra os 2,418% de sexta-feira, e o dos bônus para 30 anos aumentava a 3,041% contra os 3,024% anteriores.

jdy/ja/tt

Markit

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos