Negociações comerciais de UE e Mercosul podem durar até 2018

Bruxelas, 5 dez 2017 (AFP) - A comissária europeia de Comércio, Cecilia Malmström, indicou, nesta terça-feira (5) que as negociações comerciais da UE com o Mercosul podem se estender até o começo do ano que vem. Os dois blocos esperavam concluí-las ainda em 2017.

"Esperamos alcançar [uma conclusão das negociações) não no fim do ano, [mas] no começo do ano que vem, porque investimos muito", declarou Malmström durante uma conferência sobre comércio em Bruxelas.

"Se for alongado até janeiro, ou começo de fevereiro, não é um drama", acrescentou.

A Comissão afirmou que pretendia alcançar um acordo político com o Mercosul - integrado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai - antes do fim de 2017, sobretudo por causa das eleições presidenciais brasileiras no ano que vem.

As discussões estão em uma fase crucial. Na semana passada, foi aberta uma nova rodada de negociações em Bruxelas, que deve acabar nesta sexta-feira.

"Evidentemente, haverá reuniões com o Mercosul em Buenos Aires" na semana que vem, durante a 11ª conferência ministerial da Organização Mundial de Comércio (OMC), indicou Malmström. "Talvez, (haja) um anúncio sobre em que ponto estamos".

A França está especialmente preocupada com as concessões feitas por Bruxelas sobre a carne bovina e o etanol, dois produtos muito preocupantes para o Velho Continente, com a esperança de novas oportunidades na América Latina para o setor automobilístico europeu.

"A opinião pública francesa deve ver o acordo em seu conjunto. É a responsabilidade do governo francês, em primeiro lugar, vender esse acordo aos seus cidadãos", afirmou a comissária.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos