Bolsas

Câmbio

UE e México adiam seu novo acordo comercial para 2018

Bruxelas, 21 dez 2017 (AFP) - A União Europeia e o México adiaram, nesta quinta-feira (21), a conclusão das discussões para modernizar seu acordo comercial, mais um revés para o bloco europeu, após o do acordo com o Mercosul.

"Fizemos muitos progressos, estamos bem próximos de um acordo", disse nesta quinta a comissária europeia de Comércio, após se reunir com o ministro mexicano de Economia, resposta similar à que deu há alguns dias em Buenos Aires sobre o bloco sul-americano.

A chegada de Donald Trump e de seu protecionismo à Casa Branca em janeiro estimulou a UE, que se vê como campeã mundial do livre-comércio, a estimular suas negociações comerciais então em curso com Japão, México e os países do Mercosul para alcançar acordos antes do fim de 2017.

Os mandatários europeus, em reunião de alto escalão, pediram assim, em março, a seus negociadores para avançarem "com determinação", mas eles só conseguiram finalizar o processo com os japoneses, e em duas fases: um acordo político em julho e o anúncio final em dezembro.

No caso do México, uma fonte próxima à negociação disse que as conversas não alcançaram os avanços necessários, sobretudo acerca dos laticínios. Os produtores mexicanos denunciaram a intenção da UE de proteger certos tipos de queijos comuns aos dois lados do oceano Atlântico.

Os primeiros meses de 2018 serão cruciais, já que em julho o México viverá eleições presidenciais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos