Bolsas

Câmbio

Petróleo fecha afetado por decisão da Opep e tensão EUA-China

Nova York, 25 Jun 2018 (AFP) - O preço do petróleo recuou nesta segunda-feira, diante do acordo de princípio alcançado pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus sócios para aumentar a produção e do aumento das hostilidades entre Washington e Pequim.

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em agosto fechou a 74,73 dólares no Intercontinental Exchange (ICE), uma queda de 82 centavos.

No New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril de "light sweet crude" (WTI) com a mesma entrega recuou 50 centavos, a 68,08 dólares.

Após uma semana de tensões pelas reticências do Irã, os sócios petroleiros da Opep, inclusive Rússia, respaldaram no sábado a decisão do cartel de aumentar sua produção de petróleo em cerca de 1 milhão de barris diários.

O dado é menor que o esperado pelos analistas, por isso os preços subiram na sexta-feira.

Nesta segunda, contudo, "o mercado entende que a oferta de petróleo no mercado mundial deve aumentar", afirmou Andy Lipow, da Lipow Oil Associates.

O mercado petroleiro também ficou "sob pressão pelos crescentes temores relacionados com a tensão entre Washington e Pequim, que abalou o mercado acionário e desperta inquietações sobre uma eventual desaceleração da economia mundial que freie a demanda de petróleo", apontou Lipow.

ktr-jum/iba/ja/ll

IntercontinentalExchange

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos