PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

Tesla nomeia dois novos diretores como parte do acordo de Musk por fraude nos EUA

28/12/2018 14h31

Nova York, 28 dez 2018 (AFP) - A empresa tecnológica Tesla nomeou mais dois diretores independentes nesta sexta-feira e disse que completou as exigências de um acordo com a agência de segurança dos EUA para evitar acusações de "fraude" envolvendo seu executivo-chefe, Elon Musk.

A empresa de carros elétricos escolheu o co-fundador da corporação multinacional de tecnologia Oracle, Larry Ellison, e a vice-presidente executiva da holding norte-americana Walgreens Boots Alliance, Kathleen Wilson-Thompson para seu conselho de administração, algo que fazia parte do acordo alcançado em setembro entre Musk e o controlador da US Securities and Exchange Commission (SEC).

Essa comissão acusou o principal executivo da empresa de ter enganado investidores, afirmando na rede social Twitter que havia conseguido fundos para tirar a Tesla do mercado de ações.

"A Tesla pretende certificar à Comissão que ela (a empresa) e Elon concluíram oportunamente cada uma das suas respectivas ações exigidas, de acordo com o contrato", disse a empresa em uma apresentação.

O acordo de Musk com a SEC incluiu sua renúncia do cargo de presidente por três anos e multas de 20 milhões de dólares para a pessoa responsável, bem como para a Tesla.

jmb/it/llu/lda/cc

TESLA MOTORS

ORACLE