PUBLICIDADE
IPCA
-0,38 Mai.2020
Topo

Economia da Colômbia cresceu 2,7% em 2018

28/02/2019 16h33

Bogotá, 28 Fev 2019 (AFP) - A economia da Colômbia cresceu 2,7% em 2018, comparada a 1,4% em 2017, quando registrou seu pior desempenho em uma década, informou o Departamento Nacional de Estatística (Dane).

O crescimento foi impulsionado pelos setores de administração pública e defesa (4,1%), comércio (3,1%) e atividades profissionais, científicas e técnicas (5,0%), informou a entidade em comunicado.

Depois desses grupos, vieram as atividades da agropecuária, que passaram de um crescimento de 5,5% em 2017 para apenas 2% em 2018. O mesmo aconteceu com as atividades financeiras e de seguros, que passaram de 5,4% a 3,1% no mesmo período.

O resultado é levemente inferior aos 3% estimados pelo governo anterior de Juan Manuel Santos e igual ao estimado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

A expansão de 2018 foi o melhor desempenho desde 2016.

O diretor do Dane, Juan Daniel Oviedo, indicou que a entidade revisou para cima o desempenho do PIB em 2016 e 2017. Para 2017, reportou um crescimento de 1,8%, mas o atualizou para 1,4%. Em 2016, foi ajustado para 2,1%, ante 2,0% reportados anteriormente.

"Essa correção do PIB em 2017 é resultado de uma gestão inadequada das condições específicas que o país experimentou em 2017 em relação ao impacto da reforma tributária", que aumentou o IVA naquele ano, disse Oviedo.

A economia colombiana foi atingida pela queda dos preços internacionais do petróleo. No entanto, o governo do presidente Ivan Duque prevê um crescimento de 3,5% até 2019.

A Colômbia é a quarta maior economia da América Latina, segundo o Banco Mundial.

lv/raa/gm/ll/db

Economia