PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

CEO do Google está comprometido com EUA, diz Trump, após acusá-lo de ajudar China

27/03/2019 20h55

Washington, 27 Mar 2019 (AFP) - O presidente Donald Trump disse, nesta quarta-feira, que o CEO da Google, Sundar Pichai, a quem havia acusado de ajudar indiretamente o Exército chinês, garantiu a ele que está "totalmente comprometido" com a segurança dos Estados Unidos.

"Acabo de me reunir com @sundarpichai, presidente do @Google, que obviamente está muito bem", tuitou o mandatário após um encontro na Casa Branca. "Ele me garantiu com firmeza que está totalmente comprometido com o Exército dos Estados Unidos, não com o chinês".

Há cerca de 15 dias Trump se queixou de que o Google estava "ajudando a China e seu exército" com suas atividades comerciais nesse país.

O general Joseph Dunford, presidente do Estado Maior Conjunto, disse ao Congresso que "o trabalho que o Google está fazendo na China está beneficiando indiretamente" as forças armadas chinesas.

Dunford também instou os gigantes tecnológicos do país a acelerarem o desenvolvimento da nova tecnologia 5G para que os mercados americanos não dependam das inovações chinesas, como as da companhia Huawei.

Dominar o 5G "é de interesse nacional", afirmou o general.

Washington suspeita que a tecnologia da Huawei poderia abrir a porta para que Pequim se meta nas comunicações americanas.

Um porta-voz do Google disse que Pichai teve "conversas produtivas" com Trump sobre "investir no futuro da força de trabalho americana, sobre o crescimento de tecnologias emergentes" e sobre o "compromisso de trabalhar junto ao governo americano".

sms/cl/cbr/yow/db