PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Peso argentino derrete em meio a volatilidade externa e inflação elevada

27/03/2019 19h24

Buenos Aires, 27 Mar 2019 (AFP) - A moeda argentina sofreu uma nova queda nesta quarta-feira, e fechou o dia a 44,92 pesos por dólar, em um contexto de volatilidade nos países emergentes, especialmente exacerbada na Argentina pelas altas taxas de inflação.

Com essa cotação, o peso argentino acumula uma desvalorização de 13,56% ao longo de 2019, após ter perdido 51% em 2018.

Apesar da queda acentuada - que o Banco Central tenta parar por dias com um aumento nas taxas de juros, já acima de 65% ao ano - a moeda argentina está dentro da faixa estabelecida, que permite flutuações entre as margens de 39 e 50 pesos por dólar.

"O dólar hoje subiu em todos os lugares. Há coisas que acontecem que têm a ver com o mundo", disse o presidente Mauricio Macri.

"Hoje temos uma política monetária séria, produzimos quase a mesma quantidade de dólares que precisamos. Se o mundo se desvalorizar em relação ao dólar isso não significa que, por sermos mais sólidos, não vamos desvalorizar", acrescentou o presidente, que tenta se reeleger este ano em meio à crise econômica, com inflação de 3,8% em fevereiro e de 2,9% em janeiro.

nn/gma/ll