PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Banco de Japão reduz suas previsões de inflação e crescimento

25/04/2019 11h53

Tóquio, 25 Abr 2019 (AFP) - O Japão não atingirá sua meta de inflação de 2% até pelo menos 2022, segundo previsões divulgadas nesta quinta-feira pelo Banco Central do Japão (BoJ), que também revisou para baixo as estimativas de crescimento da terceira economia mundial.

Em seu relatório trimestral, o banco prevê inflação de 1,6% no ano fiscal que termina em março de 2022, longe da meta de 2%.

Por sua vez, também revisou para baixo suas projeções de inflação para o ano fiscal que terminou em março de 2021, de 1,4% para 1,3%.

A inflação japonesa está atualmente abaixo de 1%, apesar de seis anos de política fiscal agressiva do BoJ sob a direção do governador Haruhiko Kuroda.

Por outro lado, o banco revisou para baixo suas perspectivas de crescimento, que avalia 0,8% para este ano fiscal e 0,9% para o próximo ano, ambos os números 0,1 pontos a menos que nas previsões anteriores.

Para o ano fiscal de 2022, prevê um crescimento de 1,2%.

kh/ric/dan/pc/mb/cn

PUBLICIDADE