PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Ex-magnata Eike Batista é multado em R$ 536 milhões

27/05/2019 18h34

São Paulo, 27 Mai 2019 (AFP) - O ex-magnata Eike Batista foi condenado nesta segunda-feira (27) a pagar R$ 536 milhões em multas por manipular preços de ações quando estava à frente do conselho administrativo da petroleira OGX, informou a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Eike, de 62 anos, também ficou inabilitado por sete anos para exercer cargos de administração ou de conselheiro de empresas com capital aberto.

A CVM impôs duas multas, uma de R$ 440,8 milhões e outra de R$ 95,7 milhões, por ocultação de informações.

O empresário é acusado de vender ações da companhia em 2013, quando já sabia que a empresa não podia explorar petróleo em campos adquiridos em um leilão em 2007.

Essa é a segunda vez que o CVM multa Eike por uso de informações privilegiadas. A primeira, em 2017, cobrava um montante de R$ 21 milhões.

A defesa do empresário anunciou que vai recorrer da decisão.

Eike foi condenado em 2018 a 30 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, mas recorreu da sentença.