PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Dezenas de trabalhadores expatriados são retirados do Iraque após protestos

21/05/2020 10h44

Basra, Iraque, 21 Mai 2020 (AFP) - Várias dezenas de trabalhadores estrangeiros foram retirados do Iraque após protestos em uma usina de gás na província de Basra, disseram autoridades do setor à AFP.

Na quarta-feira, cinco aviões evacuaram cerca de 40 expatriados da companhia de petróleo Shell, que administra três campos no sul do país, juntamente com a Mitsubishi e a Basra Gas Company (pública e majoritária), disseram fontes aeroportuárias.

Uma autoridade do setor de petróleo do Iraque indicou que a evacuação foi decidida após vários dias de protestos por funcionários que acusam as autoridades de não pagarem os salários em dia.

Os expatriados foram "realocados temporariamente", disse um porta-voz da Shell, que não especificou seu destino. "A produção não foi afetada", acrescentou.

O Iraque proibiu os voos comerciais desde o final de março devido à pandemia de coronavírus, que contaminou mais de 3.000 pessoas no país e deixou 130 mortos.

Apenas aviões fretados para evacuações são autorizados a voar.

O Iraque, o segundo maior produtor da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), atravessa a pior crise financeira de sua história recente.

Sua economia depende quase que exclusivamente do petróleo, cujos preços estão em queda livre.

str-mjg/sbh/awa/pc/mb/mr