PUBLICIDADE
IPCA
0,36 Jul.2020
Topo

Contas do Twitter de empresários e companhias dos EUA são hackeadas

16/07/2020 00h15

San Francisco, 16 Jul 2020 (AFP) - As contas do Twitter de Apple, Elon Musk e Jeff Bezos, entre outras, foram hackeadas nesta quarta-feira (15) e mostraram uma mensagem incitando os usuários a enviarem bitcoins com a falsa promessa de receber o dobro rapidamente.

A lista de contas atacadas simultaneamente se expandiu rapidamente e incluiu as do candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, do ex-presidente Barack Obama, do bilionário fundador da Microsoft Bill Gates, da companhia Uber e de plataformas de bitcoin, entre outras muitas.

Estes tuítes, que já foram apagados, foram disseminados nas contas de personalidades importantes, convidando os seguidores a enviarem em 30 minutos 1.000 dólares em bitcoins para receber a quantia duplicada.

"Estamos atentos a um incidente de segurança que impactou contas do Twitter", declarou a rede social. "Estamos investigando e dando passos para solucioná-lo", completou.

A equipe de campanha de Biden encerrou a conta do candidato no Twitter e apagou rapidamente o tuíte de autoria dos hackers.

Ao que tudo indica, o Twitter respondeu ao ataque inabilitando contas verificadas de postarem mensagens na rede social para minimizar os danos.

As mensagens surgiram nas contas de diversos usuários renomados. Nos textos, os hackers se faziam passar por celebridades ou empresas e pediam aos seguidores que enviassem bitcoins para um link com a promessa de que receberiam o dobro do valor de volta.

"É uma FRAUDE. NÃO participem", alertou no Twitter Cameron Winklevoss, cofundador da plataforma de criptomoedas Gemini.

- Proposta indecente -O site Blockchain.com, que monitora as transações de criptomoedas, informou que 12,58 bitcoins, o equivalente a 116.000 dólares, foram enviados à conta mencionada no link divulgado pelos hackers.

O tuíte postado na conta do bilionário sul-africano Elon Musk, fundador da Tesla e da SpaceX, dizia: "Feliz quarta-feira! Eu estou devolvendo bitcoin a todos meus seguidores. Eu dobrarei todos os pagamentos enviados ao endereço Bitcoin abaixo".

As mensagens postadas pelos hackers nas contas de outras personalidades e empresas tinham propostas de riqueza instantânea parecidas.

A conta do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que tem mais de 83 milhões de seguidores, não foi atacada.

"Dadas as contas pirateadas recentemente (Apple, Uber, Gates, Musk, etc), agora tendo a pensar que o que foi comprometido foi o sistema do Twitter", disse o especialista em bitcoin Andreas Antonopoulos.

Rachel Tobac, da empresa de segurança cibernética Social Proof Security, cogitou a possibilidade dos hackers terem assumido o poder de acesso de algum funcionário administrativo do Twitter para "tomar o controle de uma conta proeminente e tuitar em seu nome".

"Todas as contas de criptomoedas do Twitter foram comprometidas", alertou Winklevoss em um tuíte.

Entre as contas afetadas estão a @gemini, disse o cofundador da empresa Tyler Winklevoss.

O Twitter já foi atacado por piratas cibernéticos no passado.

Em março de 2017, as contas da Anistia Internacional, do Ministério da Economia da França e o serviço norte-americano da BBC foram supostamente hackeadas por criminosos leais ao presidente turco Recep Tayyip Erdogan.

Em agosto do ano passado, insultos e mensagens racistas foram publicados na conta pessoal de Jack Dorsey, fundador do Twitter, sem seu conhecimento.

gc/bgs/gm/mls/mvv/am