PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Compra da Tiffany pelo grupo LVMH é concluída

07/01/2021 11h45

Paris, 7 Jan 2021 (AFP) - A aquisição da Tiffany pela gigante francesa do luxo LVMH foi finalizada e o chefe da joalheria Alessandro Bogliolo será substituído por Anthony Ledru, anunciaram as duas empresas em um comunicado conjunto nesta quinta-feira.

Anthony Ledru era até então diretor executivo adjunto responsável pelas atividades comerciais globais da Louis Vuitton. Ele assumirá o cargo já nesta quinta-feira, e Bogliolo deixará a Tiffany em 22 de janeiro, segundo o comunicado.

Alexandre Arnault, filho do CEO da LVMH Bernard Arnault e que trabalhava até agora para a Rimowa, passa a ser o diretor executivo de produtos e comunicação da Tiffany.

Além de Alessandro Bogliolo, o diretor artístico Reed Krakoff e a vice-diretora-geral de produtos e marketing Daniella Vitale também deixarão a Tiffany, "após um curto período de transição".

"Temos confiança na capacidade da Tiffany de acelerar seu crescimento, inovar e permanecer a marca de joias mais desejável", disse Bernard Arnault, citado no comunicado à imprensa, agradecendo a Alessandro Bogliolo e sua equipe por "seu trabalho nestes últimos três anos, principalmente durante o período difícil que o mundo está passando".

Anunciado em novembro de 2019, o noivado de Tiffany e LVMH, número um do mundo em luxo com cerca de 70 casas (incluindo Louis Vuitton, Dior, Céline, Bulgari, Hennessy, Dom Perignon), foi rompido em setembro de 2020 no contexto da crise causada pela covid-19, antes que os grupos se reconciliassem em outubro, e concordassem com um preço revisado de US$ 131,50 por ação contra 135 antes.

Em 30 de dezembro, os acionistas da Tiffany aprovaram a união por US$ 15,8 bilhões, um acordo recorde na indústria do luxo.

led/ak/mr

LVMH - MOET HENNESSY LOUIS VUITTON

TIFFANY & CO

PUBLICIDADE