PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

As principais verificações da AFP nesta semana

22/01/2021 09h52

Rio de Janeiro, 22 Jan 2021 (AFP) - Veja a seguir a seleção das principais verificações da AFP nesta semana:

1 - VENEZUELA NÃO DOOU CILINDROS DE OXIGÊNIO A MANAUS

Publicações compartilhadas milhares de vezes em redes sociais desde meados de janeiro, durante a crise de saúde que afeta Manaus, asseguram que os cilindros de oxigênio enviados da Venezuela à capital amazonense foram importados pela empresa brasileira White Martins e não doados pelo governo venezuelano, como noticiado pela mídia. Isso é falso. A doação foi confirmada pelo governo do Amazonas e a White Martins negou ter participado do transporte de oxigênio realizado no último dia 18 de janeiro.

http://u.afp.com/OxigenioManaus

2 - CORONAVAC É A VACINA CONTRA COVID-19 MAIS CARA DO MERCADO

Publicações compartilhadas milhares de vezes em redes sociais desde meados de janeiro afirmam que a vacina contra covid-19 desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech em parceria com o Instituto Butantan é a "mais cara do mercado", apesar de ter 50,38% de eficácia global. Isso é falso. O preço da CoronaVac é inferior ao pago por outras vacinas, como as da Pfizer e da Moderna.

http://u.afp.com/CoronavacCara

3 - DORIA MANDOU FECHAR CEAGESP

Um vídeo compartilhado milhares de vezes nas redes sociais desde março de 2020 voltou a circular em janeiro deste ano acompanhado da afirmação de que o governador de São Paulo, João Doria, mandou "fechar o Ceasa" em razão da pandemia e a cena de alimentos sendo jogados fora seria o resultado dessa ação. Mas isso é falso. A sequência, de fevereiro de 2020, foi registrada depois que uma forte chuva atingiu São Paulo e causou enchentes. Em contato com a AFP, a Ceagesp confirmou que segue funcionando por se tratar de um serviço essencial.

http://u.afp.com/VideoCeagesp

4 - DIRCEU PUBLICOU QUE PRETENDE "CAÇAR TODOS OS FASCISTAS DA DIREITA"

Circula nas redes sociais a imagem de uma suposta publicação do ex-ministro da Casa Civil (2003-2005), José Dirceu, em que ele afirmaria que, após a derrota de Trump, agora o foco é "caçar cada um dos fascistas de direita". Essa imagem circulou mais de mil vezes desde o último 9 de janeiro. No entanto, a mensagem não foi encontrada em nenhuma plataforma e, por meio de sua assessoria, o petista negou a sua autoria.

http://u.afp.com/Dirceu

5 - ANGÉLICA DISSE QUE SUA FAMÍLIA NÃO TOMARÁ A VACINA CONTRA A COVID-19

Publicações compartilhadas milhares de vezes em redes sociais desde meados de janeiro asseguram que a apresentadora da rede Globo Angélica disse, à rádio Jovem Pan, que nem ela, nem sua família tomarão a vacina contra a covid-19. Isso é falso. A esposa de Luciano Huck, também apresentador da emissora e possível candidato à Presidência em 2022, não deu nenhuma entrevista a este veículo desde o início da pandemia. Em sua conta no Instagram, Angélica disse que todos em sua família irão se vacinar.

http://u.afp.com/AngelicaVacina

6 - KIWI TESTA POSITIVO PARA COVID-19

Um vídeo em que supostos cientistas italianos provariam, por meio de um experimento com um kiwi, que os testes de antígenos para detectar a covid-19 não são eficazes foi compartilhado centenas de vezes pelo menos desde o último dia 25 de dezembro. No entanto, especialistas explicaram à AFP que os resultados desses exames são válidos apenas quando usados nas condições corretas.

http://u.afp.com/Kiwi

7 - CHECAMOS AS AFIRMAÇÕES SOBRE A LEI DO ABORTO NA NOVA ZELÂNDIA

Publicações que somam mais de 3 mil compartilhamentos nas redes sociais ao menos desde o último dia 7 de janeiro afirmam que a Nova Zelândia aprovou o aborto até o nascimento e que essa nova lei abre o caminho para uma "seleção sexual e eugenia". Essas alegações, contudo, carecem de contexto, já que, embora permitido e considerado uma questão de saúde pública, não mais como um crime, o aborto no país acontece sob determinadas condições médicas e legais.

http://u.afp.com/LeiNovaZelandia

PUBLICIDADE