PUBLICIDADE
IPCA
0,87 Ago.2021
Topo

Reino Unido proíbe propaganda enganosa da Ryanair sobre vacinas e viagens

As queixas denunciaram que a propaganda dava a entender que será possível viajar sem restrições no verão  - Tony Gentile/Reuters
As queixas denunciaram que a propaganda dava a entender que será possível viajar sem restrições no verão Imagem: Tony Gentile/Reuters

03/02/2021 09h03

Londres, 3 Fev 2021 (AFP) - A agência reguladora britânica de publicidade (ASA) ordenou a retirada de uma campanha da Ryanair que estimulava os britânicos a embarcar em um avião após a vacina, estimulando comportamentos "irresponsáveis", e a companha aérea aceitou, anunciou o organismo.

A ASA afirmou ter recebido 2.370 reclamações sobre a publicidade exibida na televisão desde o fim de dezembro. Este foi o terceiro anúncio com mais denúncias enviadas à agência em sua história.

A campanha estimulava os britânicos a reservar um voo para a Semana Santa e o verão depois de receber a vacina, com a mensagem "jab and go", literalmente "vacine e vá", enquanto mostrava imagens de jovens aproveitando as férias.

As queixas denunciaram que a propaganda dava a entender que será possível viajar sem restrições no verão (hemisfério norte).

A ASA considerou que, diante de uma situação "complexa e em constante mudança", os anunciantes devem atuar com "cautela". "Afirmamos a Ryanair para garantir que seus anúncios não enganem os telespectadores sobre o impacto das vacinas da covid-19 na capacidade de viajar e não estimulem o comportamento irresponsável", completou a agência.

A Ryanair "não concorda com a decisão infundada da ASA, mas vai cumpri-la", afirmou a companhia aérea.

PUBLICIDADE