PUBLICIDADE
IPCA
1,16 Set.2021
Topo

Amazon expande seu serviço de saúde para todo os Estados Unidos

17/03/2021 14h00

Washington, 17 Mar 2021 (AFP) - A Amazon anunciou nesta quarta-feira (17) seus planos de lançar um serviço de saúde para empregadores nos Estados Unidos, que incluiria acesso rápido à telemedicina e visitas domiciliares de profissionais médicos.

A iniciativa tornará o Amazon Care, anteriormente oferecido a um número limitado de seus próprios funcionários, disponível para "milhões" de pessoas como parte de um benefício de trabalho, disse a empresa.

"Ao oferecer o Amazon Care como um benefício para o local de trabalho, os empregadores estão investindo na saúde e no bem-estar de seu bem mais importante - seus funcionários", comentou uma postagem no blog da Amazon.

A proposta oferecerá "uma variedade de serviços de atenção primária e urgente", mas não substituirá o seguro de saúde integral.

O Amazon Care inclui um aplicativo móvel que permitirá que as pessoas se conectem com profissionais médicos por vídeo ou bate-papo "geralmente em menos de 60 segundos".

Um segundo benefício, disponível em algumas áreas, permitirá o atendimento presencial com um profissional de saúde no domicílio do paciente para determinados serviços, como coleta de sangue ou alguns exames.

Até agora, o Amazon Care oferecia assistência médica a seus próprios funcionários e suas famílias apenas no estado de Washington.

"A partir deste verão, o serviço Amazon Care expandirá seu atendimento virtual para empresas e funcionários da Amazon em todos os 50 estados dos EUA", relatou a publicação.

Enquanto isso, o atendimento presencial será expandido para as cidades de Washington e Baltimore e outros locais nos próximos meses.

O novo serviço estará disponível para "empresas de todos os tamanhos" e oferecerá testes de covid-19 e gripe, vacinas, tratamento de doenças e lesões, cuidados preventivos, saúde sexual e solicitações de prescrição.

Devido à pandemia, a Amazon teve um crescimento espetacular em vários setores e também aumentou a vigilância das autoridades anti-monopólio nos Estados Unidos e em outros países.

Uma empresa separada lançada há três anos pela Amazon, Berkshire Hathaway e JPMorgan com o objetivo de fornecer serviços de saúde abrangentes para empresas americanas foi dissolvida no início deste ano.

rl/dw/ll/rsr/ap

PUBLICIDADE